Léo Príncipe

Jogador disputou 12 jogos pelo Oeste, inclusive a estreia na Série B, e está de volta ao Timão (Foto: Divulgação)

Gabriel Carneiro
16/05/2016
18:04
São Paulo (SP)

O Corinthians receberá uma cara nova em seu treino da manhã desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. Não se trata de Camacho ou Bruno Paulo, destaques do Osasco Audax próximos de fechar com o clube, ou algum outro reforço inesperado, e sim de um jogador que já possuía contrato com o clube. Após a liberação de Edilson para o Grêmio, o Timão solicitou o retorno do garoto Léo Príncipe, que tem 19 anos e estava emprestado ao Oeste na disputa da Série B do Brasileirão. Agora, o jovem vice-campeão da Copa São Paulo de Juniores em janeiro será o reserva imediato de Fagner na equipe de Tite.

- É bem gratificante para mim esse retorno. Depois de ter sido bastante aproveitado na base eu consegui pegar uma boa experiência como profissional no Oeste, evoluí, e agora o Corinthians pediu pela minha volta. Com certeza estou preparado, porque já me adaptei ao futebol profissional e agora vou trabalhar para ter chances - diz, ao LANCE!, o promissor Léo Príncipe.

Hoje aos 19 anos, Léo está no Corinthians desde os 17, tendo acumulado passagens anteriores por CFZ, Vasco e Flamengo, todos no Rio de Janeiro. Desde 2014 no clube, o lateral-direito jogou duas edições da Copa São Paulo de Juniores, tendo sido campeão em 2015 e vice neste ano, quando Tite promoveu quatro jogadores para o profissional: Maycon, Matheus Pereira, Claudinho e Gabriel Vasconcelos. Deles, apenas o primeiro segue no elenco principal, sendo que Matheus Pereira foi liberado para negociar venda à Juventus (ITA) e os outros dois estão a serviço do time sub-20 no Paulistão da categoria.

A maior inspiração de Léo Príncipe neste retorno ao Corinthians é um jogador que já faz parte do elenco: Guilherme Arana. No ano passado, o lateral-esquerdo foi emprestado ao Atlético-PR, mas o Timão solicitou o retorno após a venda de Fábio Santos ao Cruz Azul, do México. Arana voltou em junho de 2015 e até hoje está na reserva de Uendel. Agora suplente de Fagner, Léo se inspira no companheiro e amigo.

- O Arana é um grande amigo meu, sempre converso com ele. Quando o Corinthians me chamou de volta eu pensei naquilo que aconteceu com ele no ano passado, que foi bem no Atlético-PR e foi chamado de volta. Agora ele disputa a titularidade, está sempre buscando e jogando. Eu quero seguir o mesmo caminho e crescer dentro do clube - explica Léo Príncipe.

O jovem lateral inicia a rotina de treinamentos nesta terça-feira, já que seu contrato de empréstimo ao Oeste possuía cláusula de liberação em caso de pedido do Timão. A expectativa é que ele esteja à disposição no fim de semana, contra o Vitória, pois apresenta boas condições físicas. Edilson já está no Rio Grande do Sul para assinar com o Grêmio.

CONFIRA OUTRAS DECLARAÇÕES DE LÉO PRÍNCIPE AO L!:

Concorrência com Fagner
Não tenho como ganhar mais experiência do que estando ao lado do melhor lateral da atualidade no futebol brasileiro. Não tenho dúvida disso. Vou poder aprender bastante com ele e evoluir ainda mais.

Preparado para a pressão
Com certeza. Tive uma adaptação ao futebol profissional no Oeste, e é tudo bem diferente da base. O Corinthians tem muita pressão, mas eu já conheço, já vivenciei um pouco disso na base. Temos que lutar para superar essa pressão e mostrar em campo que tenho capacidade.

Experiência no Oeste
Acredito que tenha conseguido mostrar meu futebol por lá, tanto que pediram meu retorno. As pessoas de lá me fizeram evoluir, me deram confiança para jogar bem e correspondi dentro de campo. Agora é trabalhar aqui no Corinthians para continuar nesse bom momento.