Corinthians

Danilo foi centroavante no empate entre Corinthians e São Paulo (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Gabriel Carneiro
18/07/2016
06:00
São Paulo (SP)

Apesar do discurso habitualmente tranquilo, Danilo jogou a responsabilidade para a diretoria do Corinthians após voltar ao time titular e atuar do começo ao fim no empate em 1 a 1 diante do São Paulo, na Arena de Itaquera. Aos 37 anos, o veterano disse que não pensa em pendurar as chuteiras no fim desta temporada e garantiu que seguirá em atividade em 2017, independentemente de onde for. Ele tem contrato no Timão somente até 31 de dezembro, e até o momento não há qualquer negociação aberta pela renovação. Haverá?

- Não quero parar ainda, e se não for aqui vai ser em outro clube. Ainda não tem nada (de negociação para renovar o contrato), mas deve começar a partir de agora, porque estamos em julho e meu contrato vai até o fim de dezembro. No futebol é assim. Mas se eu estiver jogando bem não tenho razão para me aposentar ou sair do Corinthians. Quero jogar. E quero jogar mais - disse o camisa 20, logo após sua primeira partida como titular após três meses.

Danilo começou sua sétima temporada como jogador do Corinthians no time titular, mas perdeu espaço em razão da contratação de reforços e de uma lesão na panturrilha direita que o tirou de ação por um mês. Hoje, ele soma 22 jogos oficiais disputados entre os 39 do Timão no ano, sendo apenas 11 como titular. Seu retorno à equipe foi pelas mãos do técnico Cristóvão Borges, que optou por ele em vez de Luciano, que está em má fase, ou André, que volta de lesão, como referência do ataque. Apesar da idade avançada, o camisa 20 permaneceu em campo do início ao fim e ganhou elogios de companheiros e do técnico Cristóvão Borges.

Em busca de mais oportunidades, Danilo deve ter conversas com a diretoria do Corinthians a partir das próximas semanas. Como o jogador é um ídolo do clube, não há pressa. Em entrevista recente ao LANCE!, o presidente do clube, Roberto de Andrade, foi questionado se já pensava no futuro de Danilo e respondeu o seguinte:

- Já quer aposentar o Danilo? Vamos conversar depois, o Danilo é sossegado, tranquilo.