Gol Bruno Paulo - Corinthians x Audax

Corinthians perdeu dois pênaltis dos três cobrados neste sábado, na Arena (Foto: Bruno Ulivieri/LANCE!Press)

Gabriel Carneiro
24/04/2016
08:00
São Paulo (SP)

A eliminação do Corinthians no Campeonato Paulista escancarou um problema que já se tornou rotina do clube: a falta de precisão nas batidas de pênalti. Depois de empatar em 2 a 2 com o Osasco Audax no jogo único das semifinais do torneio, o Timão decidiu a vaga na decisão por meio das cobranças alternadas e acabou derrotado por 4 a 1. Das três batidas que teve tempo de realizar, só André acertou, enquanto Fagner e Rodriguinho desperdiçaram a chance de colocar o Timão na final da primeira competição disputada em 2016. Errar pênaltis, porém, não é algo incomum nos lados do Parque São Jorge.

Antes da decisão deste sábado o Corinthians teve seis pênaltis a favor, no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores. Deles, apenas dois somaram números ao placar, com Giovanni Augusto (derrota por 3 a 2 contra o Cerro Porteño, no Paraguai) e Lucca (empate em 2 a 2 com a Ferroviária). Os outros quatro foram perdidos: Lucca (derrota por 1 a 0 diante do Palmeiras), Romero e Luciano (vitória por 2 a 1 contra a Ponte Preta) e Rodriguinho (vitória por 1 a 0 contra o XV de Piracicaba). 

No total, o Corinthians bateu nove pênaltis nesta temporada e desperdiçou seis, um aproveitamento inferior a 35% de acertos. Para tentar corrigir o problema, o técnico Tite tem orientado trabalhos de pênalti há três semanas no CT Joaquim Grava. Em todo fim de treino o fundamento é executado ao menos três vezes por cada jogador, inclusive os goleiros. Os piores aproveitamentos do dia repetem as cobranças no mesmo dia, buscando o menor número de erros possível. Por enquanto, o trabalho não deu muito resultado, mas Tite espera melhorar. E o motivo é nobre: Copa Libertadores.

- Foram nove pênaltis e erramos seis. Fato. Vai treinar mais. É técnica e equilíbrio emocional, então vai treinar mais - explicou o treinador.

Classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores com uma rodada de antecedência,  o Corinthians inicia as oitavas de final nesta quarta-feira, no Uruguai, contra o Nacional. Caso o resultado da soma das partidas fora do país e na Arena Corinthians seja de empate, o Timão terá uma nova decisão por pênaltis pela frente. É bom estar treinado.