Bruno Cassucci
16/10/2016
07:50
São Paulo (SP)

Alessandro Nunes começou sua trajetória como executivo no cargo de coordenador de futebol do Corinthians. Em 2015, era o quarto na hierarquia diretiva, atrás do diretor Sergio Janikian, o adjunto Eduardo Ferreira, e o gerente Edu Gaspar. Ainda inexperiente na carreira, o ex-lateral era uma espécie de estagiário, que ia aprendendo e crescendo em importância no clube. Em pouco tempo, porém, tudo mudou. Hoje, ele acumula as quatro funções e é o único cartola do departamento do Timão.

Promovido a gerente com a ida de Edu Gaspar para a Seleção, em junho, Alessandro já vinha sobrecarregado, mas a situação ficou ainda mais difícil na sexta-feira, quando Eduardo Ferreira entregou o cargo.

Agora, o Corinthians busca um novo diretor de futebol para coordenar o planejamento de 2017 juntamente com Alessandro e a comissão técnica de Oswaldo de Oliveira. Contudo, o isolamento político do presidente do clube, Roberto de Andrade, pode dificultar a busca por candidatos.

A escolha monocrática por Oswaldo de Oliveira para comandar a equipe irritou boa parte dos aliados de Roberto de Andrade, entre eles o ex-presidente André Sanchez.

Um dos cotados para assumir a diretoria de futebol é Carlos Nujud, que já foi cartola do Timão no passado. Contudo, nenhum contato foi feito até o momento, e Nujud não está disposto a voltar ao futebol agora.

Enquanto isso, Alessandro seguirá acumulando cargos e tarefas...