Bruno Cassucci
15/10/2016
13:07
São Paulo (SP)

Com a meia na altura do joelho e uma blusa pendurada nos ombros, Oswaldo de Oliveira apareceu sorridente no gramado do CT Joaquim Grava na manhã deste sábado. Era o segundo dia do comandante alvinegro em sua terceira passagem pelo clube, mas o primeiro treino com participação integral dele - na sexta-feira ele só comandou a parte final da atividade. O trabalho serviu para definir a equipe que começará a partida contra o América-MG, neste domingo, mas também valeu como uma espécie de apresentação do técnico, que mostrou um pouco de seus métodos em campo e seu estilo fora dele.

Sem muito tempo para implantar conceitos, o treinador deixou que seu antecessor, Fabio Carille, comandasse o trabalho tático com os titulares enquanto ele assistia a tudo do lado de fora. Nem por isso Oswaldo deixou de participar. Antes, durante e depois da atividade ele reuniu os atletas, conversou com eles e gesticulou bastante. Alguns tiveram papos reservados com ele, como o volante Willians, que tem sido alvo de críticas de parte da torcida e voltará a ser titular.

Porém, não bastava falar. Como é de costume do técnico, ele mostrou na prática o que desejava e, para isso, suou a camisa. Aos 65 anos, Oswaldo mostrou estar bem fisicamente, deu piques e até trocou passes com jogadores para orientá-los.

Ele também mostrou ter feito a lição de casa e, mesmo com pouco tempo no clube, chamou a todos pelo nome, inclusive reservas e jovens recém-promovidos das categorias de base.

O bom humor, traço marcante da personalidade do comandante corintiano, também apareceu. Ele fez brincadeiras com seus auxiliares e outros funcionários da clube. Ao final do treino, reuniu toda a comissão técnica no centro do campo e teve conversa descontraída com os profissionais.

Quando deixava o campo, Oswaldo ouviu um pedido de foto e reagiu com a simpatia que lhe é peculiar:

- Dar uma moralzinha? Vou dar uma moralzona. Vem cá, vamos tirar a foto! - afirmou, antes de conceder autógrafos e atender a fãs.

Foi apenas um prévia antes do grande reencontro com a Fiel torcida neste domingo, quando reestreará como técnico do clube em Itaquera.