icons.title signature.placeholder LANCE!Bizz
icons.title signature.placeholder LANCE!Bizz
18/07/2013
15:39

Tiger Woods, golfista número um do mundo, renovou seu contrato com a Nike. Woods e a fornecedora são parceiros desde 1996. O último vínculo assinado entre as partes ocorreu em 2006, válido até o fim deste ano.

A notícia foi confirmada pelo agende de Woods, Mark Steinberg, durante entrevista à ESPN. Ele informou que o contrato fora assinado há duas semanas e se mostrou satisfeito com a extensão do relacionamento de Woods com a fornecedora americana. Os detalhes do acerto não foram revelados, porém, é sabido que o contrato celebrado entre Woods e a Nike, em 2001, com validade de 5 anos,  fora avaliado, à época, em R$ 100 milhões (R$ 222 milhões).

Em dezembro de 2009, Tiger Woods anunciou seu afastamento do esporte. A justificativa apresentada pelo atleta era a de que pretendia passar  mais tempo ao lado da família. O anúncio ocorreu justamente após o o golfista ter se envolvido num escândalo sexual, que lhe custou, além de uma séria crise conjugal, um enorme prejuízo, com a perda de vários patrocinadores, entre eles, a Gillete, Gatorade, Tag Hauer, entre outras.

O golfista americano foi o primeiro atleta a bater, justamente no ano em que sua imagem ficou seriamente abalada, a marca de US$ 1 bi em faturamento com premiações, patrocínios e salários.

Tiger Woods, golfista número um do mundo, renovou seu contrato com a Nike. Woods e a fornecedora são parceiros desde 1996. O último vínculo assinado entre as partes ocorreu em 2006, válido até o fim deste ano.

A notícia foi confirmada pelo agende de Woods, Mark Steinberg, durante entrevista à ESPN. Ele informou que o contrato fora assinado há duas semanas e se mostrou satisfeito com a extensão do relacionamento de Woods com a fornecedora americana. Os detalhes do acerto não foram revelados, porém, é sabido que o contrato celebrado entre Woods e a Nike, em 2001, com validade de 5 anos,  fora avaliado, à época, em R$ 100 milhões (R$ 222 milhões).

Em dezembro de 2009, Tiger Woods anunciou seu afastamento do esporte. A justificativa apresentada pelo atleta era a de que pretendia passar  mais tempo ao lado da família. O anúncio ocorreu justamente após o o golfista ter se envolvido num escândalo sexual, que lhe custou, além de uma séria crise conjugal, um enorme prejuízo, com a perda de vários patrocinadores, entre eles, a Gillete, Gatorade, Tag Hauer, entre outras.

O golfista americano foi o primeiro atleta a bater, justamente no ano em que sua imagem ficou seriamente abalada, a marca de US$ 1 bi em faturamento com premiações, patrocínios e salários.