Wallace encara o bloqueio polonês

Wallace em ação pela Seleção (FIVB Divulgação)

Web Vôlei
24/04/2020
15:02
São Paulo

O oposto Wallace confirmou, em live do perfil da Under Armour no Instagram, a possibilidade cada vez mais real de acertar uma proposta para deixar o Brasil. Como revelado pelo Web Vôlei, nesta quinta-feira, ele foi procurado pelo Spor Toto, da Turquia, com um projeto para ser referência na liga local.

O campeão olímpico ainda revelou um desejo pessoal de morar em um país asiático:

- Os times brasileiros já têm seus elencos definidos e acredito que meu futuro vai ser no exterior. Tenho o sonho de morar no Japão e jogar no voleibol de lá - disse o jogador, que fez toda a carreira até aqui no vôlei brasileiro.

Sobre a paralisação do vôlei por conta da pandemia do coronavírus, Wallace fez uma análise de prós e contras do adiamento da Olimpíada de Tóquio para 2021.

- O lado bom do adiamento é que teremos mais um ano para treinar. Já o lado ruim é que estarei mais velho - falou o atleta, que terá 34 anos em julho de 2021 e mantém o preparo físico com exercícios em casa.

Wallace diz que as limitações de treinamento durante a quarentena dificultam o preparo físico, mas por ser atleta de um esporte coletivo, sua atenção precisa estar redobrada:

- Se eu não me cuidar agora vou prejudicar meus companheiros lá na frente.

Wallace defendia o Sesc, time que anunciou, ainda durante a Superliga, o encerramento do projeto.