LANCE!
17/09/2020
07:20
São Paulo (SP)

Edílson, conhecido como Capetinha nos tempos de jogador, e hoje comentarista, completa 50 anos de idade nesta quinta-feira. O baiano de Salvador brilhou nos anos 90 e 2000 em equipes como Guarani, Benfica, Palmeiras, Flamengo, e especialmente pelo Corinthians.

No Timão, ele foi o Bola de Ouro do Brasileirão de 98 e Bola de Ouro do Mundial de Clubes de 2000, ambos vencidos pelo Corinthians. No Alvinegro, ele também ganhou o Paulista e o Brasileiro no ano de 1999. Edílson foi bicampeão nacional também pelo Palmeiras, em 93 e 94, além de ter sido campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002. Confira no vídeo acima alguns dos gols do craque em sua passagem pelo Timão.

EU SOU EDÍLSON, O CAPETA!

Em 2000, Edílson vivia seu auge, e o Corinthians disputaria o novo Mundial de Clubes, que seria pela primeira vez organizado pela Fifa. No torneio disputado no Brasil, o Timão enfrentaria logo de cara o poderoso Real Madrid. Logicamente, o Capetinha apimentou o clima antes do jogo, dizendo que Karembeu, francês que atuava no Real, não era lá essas coisas. Do lado espanhol, foi dito que o brasileiro não era conhecido mundialmente, apenas fazia sucesso em seu país.

E dentro de campo.... Bom, é melhor deixar na histórica narração do saudoso Luciano do Valle, pela Band, que imortalizou o golaço do craque.

Edilson Capetinha
Capetinha infernizou as defesas na época de atleta (Reprodução)