Grêmio x Vasco - Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo protestou contra a decisão da arbitragem neste sábado (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco) 

LANCE!
13/07/2019
20:07
Porto Alegre (RS)

A noite do Vasco começou feliz em Porto Alegre, mas terminou em protestos. Logo no início do duelo contra o Grêmio, na Arena, o Cruz-maltino fez 1 a 0 em cobrança de pênalti, de Yago Piakachu. No início do segundo tempo, o lateral-direito chegou a fazer seu segundo gol no jogo, após linda jogada individual. 

Chamado pelo VAR, porém, Rodolpho Toski fez a revisão e enxergou uma falta contestável de Rossi em Matheus Henrique na origem do lance. O Grêmio acabou virando o confronto e venceu por 2 a 1, neste sábado. 

Ao rever a jogada, o árbitro principal ainda amarelou o camisa 7 cruz-maltino, que não joga no clássico contra o Fluminense, na próxima rodada. As decisões causaram a indignação de Vanderlei Luxemburgo, que ainda no túnel de acesso ao campo, na Arena do Grêmio, disse a Toski que o árbitro sentiria vergonha quando chegasse em casa e revesse o lance. Em entrevista coletiva após a derrota no Sul, o treinador manteve a opinião. 

- Continuo achando que ele vai chegar em casa e vai ficar com vergonha. Sem tirar o mérito do Grêmio, que tem jogadores de Seleção como o Cebola. Mas 2 a 0 faz baita diferença, as substituições seriam diferentes. Agora vamos embora para para casa, com um resultado ruim. A gente fica dez dias se preparando, e aí vem um lance em que não aconteceu absolutamente nada. Além dele marcar falta, tira Rossi do próximo jogo. Deu cartão para o Boca (Henríquez) e muitos outros. Tem que ter punição. O Rossi vai ser punido por um erro. O árbitro vai embora para casa e estará na próxima rodada apitando o jogo - criticou Luxemburgo.

E AGORA?
Com o resultado, o Cruz-Maltino permanece na 15ª colocação, com 9 pontos. Sem Rossi, o Gigante da Colina busca a recuperação contra o Fluminense, pela 11ª do Brasileirão. As equipes se enfrentam no próximo sábado, às 11h, em São Januário.

placeholder