LANCE!
07/12/2018
15:23
Rio de Janeiro (RJ)

O time de boliche do Vasco terminou 2018 com um saldo positivo após bons resultados. De janeiro a novembro, Lucia Vieira e Léa Castro, principalmente, conseguiram ótimos resultados, mesmo com a ausência em quatro taças nacionais (SC, MT, BA e PE). Com Léa em recuperação de operação no ombro, Lucia Vieira jogou a Taça São Paulo de duplas com Stephanie Martins em janeiro, sendo a dupla campeã. Márcio Vieira e Eduardo Issa terminaram com a quarta colocação.

No Campeonato Brasileiro de Clubes disputado em Santo André em abril, Lucia e Léa, já acompanhadas de Márcio Martins, Danilo Rocha, Paulo Feijó e Márcio Vieira, além de conseguirem o terceiro lugar na fase de duplas também tiveram grande atuação na fase de times, onde o Vasco foi bronze. No Carioca de duplas, de 9/4 até 22/5, o casal Márcio e Lucia acabou com o bronze, mesmo com Lucia disputando como única mulher inscrita na elite.

Em abril, em Brasília (DF), foi disputada a Taça Brasília onde Lucia e Léa obtiveram a prata, enquanto Márcio Vieira e Fábio Grossi foram o 11° lugar. Ainda em abril foi disputada a Taça Pinheiros onde Léa Castro foi prata e Lucia Vieira foi bronze, com Márcio em 12° lugar. Em maio, Lucia Vieira, agora em dupla com Neuza Kae, foi campeã da Taça Belo Horizonte, ficando Márcio e Fábio em décimo lugar.

No início de junho foram disputados a Taça Rio de Janeiro e a primeira edição do Rio Challenge. Mais uma vez Lucia foi destaque, ganhando a prata no individual feminino da Taça e sendo a grande campeã do Rio Challenge. No mês de setembro foi disputado o Campeonato Individual Brasileiro, no Rio de Janeiro. As atletas vascaínas foram prata e bronze, com Lucia Vieira e Léa Castro. Márcio Vieira foi 13° na primeira divisão e Paulo Feijó foi quinto na segunda.

Em outubro foi disputado o Carioca Individual (apenas masculino), onde Márcio foi o vice-campeão e Paulo Feijó o sétimo lugar da primeira divisão. O ano terminou com o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais, onde Lucia e Léa tiveram grande atuação levando a seleção carioca feminina ao bronze, enquanto Márcio Vieira e Paulo Feijó se tornaram prata compondo o sexteto masculino.

placeholder