Bruno Cesar  - FECHADO

Bruno César passou duas temporadas e meia na equipe da capital portuguesa (Divulgação/Sporting)

Bernardo Cruz e Felippe Rocha
21/12/2018
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A liberação de Bruno César foi obtida, e o meio-campista de 30 anos depende apenas de chegar ao Brasil e passar por exames médicos para ser anunciado oficialmente como reforço do Vasco. Mas como está o jogador atualmente? Para entender o momento do iminente armador cruz-maltino, o LANCE! ouviu Nuno Raposo, repórter do jornal português A Bola e setorista do Sporting. Era ao clube de Lisboa que o jogador estava vinculado.

Confira a análise:

"Bruno César teria chance de jogar mais vezes ainda em dezembro e janeiro e mostrar qualidade para ficar na equipe. Poderia ter ficado no Sporting mais tempo porque há a lesão do Wendel (ex-Fluminense). O Sporting pensou em colocá-lo (Bruno) no mercado, mas, com a chegada do novo treinador, Marcel Keizer, e a lesão do titular, abria-se nova possibilidade. O Sporting preparou um plano para ele perder uns quilos e estar mais em forma. O biotipo dele é assim mesmo, não é que esteja gordo.

Ele acabou desperdiçando a última chance que teve, jogou mal. No segundo tempo daquele jogo entrou o Miguel Luís, um jovem que é da seleção portuguesa, de 19 anos, campeão da Eurocopa da categoria e vai estar no Mundial da categoria. Jogou bem e está agarrando o espaço. Então o Bruno perdeu uma oportunidade depois de ter tido uma temporada aquém. Teve muitos problemas físicos, principalmente na segunda metade da temporada e perdeu espaço. Creio que ele teve algum problema com o treinador da época, jorge Jesus, que foi quem o havia trazido, por já ter comandado ele no Benfica. Contratou numa altura em que pouca gente acreditava que ele pudesse dar alguma coisa à equipe, mas acabou por dar. E acho que pode dar, agora, ao Vasco.

Se estiver bem, concentrado, contente, pode dar consistência. É um jogador muito confiável. Não se espera que ele seja o melhor da equipe, que leve o time sozinho, mas o que o treinador pedir ele conseguirá concretizar. É muito confiante e tem uma vantagem: nos jogos grandes, sempre aparece. Quando é opção, assume um dos papeis principal da equipe. Aconteceu muitas vezes no Sporting, mesmo quando ele não era titular. Entrava, cumpria. Lembro no Santiago Bernabéu, com o Real Madrid, ele entrou e fez gol. O Sporting estava ganhando até os 88 minutos. Acho que pode acrescentar ao Vasco. Bem, concentrado, com a cabeça no lugar, empenhado, é jogador que qualquer treinador gosta de ter na equipe porque assume bem o papel e cumpre. É seguro no que faz.

E tem as características: retém bem a bola e arremata bem de média distância, é capaz de fazer gols. Fez 12 gols em duas temporadas e meia. Foram 98 jogos e 12 gols. Quase sempre em chutes de fora da área. Aqui, perdeu essa última oportunidade e o Sporting procura ir ao mercado, poupar alguma coisa nos vencimentos para contratar e fez isso com o Bruno César. Se não tivesse os problemas físicos da temporada passada, ele teria oportunidades de início. Se estiver contente, pode ser importante para o Vasco."

placeholder