Homenagem Vasco 13/02 Flamengo

Camisa do jogo contra o Resende teve homenagens às vítimas do incêndio (Divulgação/Twitter)

LANCE!
14/02/2019
18:59
Rio de Janeiro (RJ)

A homenagem do Vasco, colocando a bandeira do Flamengo junto à do clube cruz-maltino no uniforme do jogo da última quarta-feira, repercutiu. Houve críticas, polêmica e há quem veja até o lado político da questão. Mas nomes históricos do clube de São Januário apoiaram a causa. A novidade na camisa preta foi em sinal de luto após os dez mortos na tragédia do Ninho do Urubu, na última sexta-feira.

- É um exemplo de que Flamengo e Vasco são rivais, mas não inimigos, e precisam caminhar juntos. O torcedor do Flamengo está feliz porque pode contratar, o do Vasco nem tanto, três rebaixamentos... a zoação saudável nós apoiamos, mas não a intolerância, a violência - declarou Edmundo, ídolo do clube, ao canal por assinatura Fox Sports, do qual é comentarista atualmente.

A exibição de uma referência direta e proposital ao maior rival incomodou torcedores e integrantes da política vascaína. Há quem veja no ato, inclusive, razão para pedir o impeachment do presidente Alexandre Campello, que vem gerindo o grupo sob forte pressão até de ex-aliados. Um destes é Roberto Monteiro, presidente do Conselho Deliberativo, de quem Roberto Dinamite, ídolo e ex-presidente do clube, discorda.

- Respeito a posição do Roberto Monteiro, mas a instituição está acima de todos e o gesto foi muito bonito - afirmou à TV Bandeirantes, da qual também é comentarista.

A homenagem gerou polêmica logo que anunciada nas redes sociais, antes da partida desta quarta-feira. O vice-presidente de marketing do clube, Bruno Maia, utilizou sua conta no Twitter para justificar a ação.

placeholder