Bernardo Cruz e David Nascimento
05/12/2018
18:31
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco abriu nesta semana conversas para contar com o lateral-direito Gino Peruzzi, do Boca Juniors, da Argentina. O jogador, de 26 anos, foi indicado por pessoas próximas ao presidente Alexandre Campello, e aprovado na avaliação inicial feita pela cúpula de futebol de São Januário. Os primeiros contatos, inclusive, já foram feitos, aproveitando o fato de que o vínculo com os argentinos do atleta termina no próximo dia 31.

Gino Peruzzi perdeu terreno nos últimos tempos no Boca Juniors, com o comando do técnico Guillermo Schelotto, o que fez as partes não tratarem por uma renovação do contrato. O Vasco está otimista para a contratação do lateral-direito por conta de dois fatores: Peruzzi ficará livre a partir do dia 1º de janeiro, precisando negociar somente salários e comissões, além da proximidade do atleta com Maxi López, principal reforço do Vasco em 2018.

Na temporada 2012/2013, no Catania, da Itália, Maxi López jogou ao lado de Gino Peruzzi. Os dois, argentinos, ficaram próximos na oportunidade, com o atual centroavante do Vasco podendo, desta forma, ajudar na negociação. As fontes ouvidas pelo LANCE! veem a possibilidade de um acerto neste caso até a próxima semana, dando o pontapé nas contratações de reforços para a montagem da equipe de olho em 2019. A questão salarial não seria um entrave para um breve desfecho, restando a definição, somente, do tempo de contrato.

A chegada de Gino Peruzzi para reforçar a lateral direita do Vasco é vista como uma das prioridades iniciais do clube para a próxima temporada, por conta das prováveis não permanências de Lenon, em definitivo, e o desejo de emprestar Rafael Galhardo em 2019 - a dupla, neste 2018, não conseguiu se firmar no setor, o que fez o zagueiro Luiz Gustavo, de forma improvisada, ser o titular da posição. Yago Pikachu, lateral-direito de origem e que nesta temporada atuou como meia, deve ser vendido nesta janela de transferências.

placeholder