Tombense x Vasco

Vasco e Tombense ficaram no empate por 1 a 1, no Estádio Soares de Azevedo (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)

LANCE!
02/05/2022
16:21
Rio de Janeiro (RJ)

Após o empate entre Tombense e Vasco, em jogo válido pela 5ª rodada da Série B, o árbitro André Luiz de Freitas Castro (GO) relatou na súmula diversos episódios relacionados à torcida cruz-maltina. Entre elas, o uso de sinalizadores, um copo arremessado em direção ao gramado e a invasão de campo de alguns torcedores do clube carioca. 

No texto divulgado no site oficial da CBF, o árbitro citou que sinalizadores foram acesos fazendo com que a partida fosse interrompida ao treze minutos da primeira etapa. Ele também destacou que um copo foi arremessado e duas tentativas de invasão ao campo por torcedores trajados com a camisa do Gigante da Colina. 

+ Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro 

O árbitro também deixou claro que os torcedores que tentaram invadir o gramado foram contidos pela polícia militar de Muriaé e encaminhados para a delegacia da cidade. um homem de 32 anos e uma adolescente de 17 foram conduzidos à delegacia e foi registrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), As informações foram divulgada inicialmente pelo portal "GE".

Vale ressaltar que no momento da chegada dos torcedores à delegacia não foi registrado um Boletim de Ocorrência (BO) sobre nada que aconteceu na arquibancada durante o confronto entre mineiros e cariocas, no Estádio soares de Azevedo. 

+ Vasco é inconstante e acumula empates com times que lutam para se afastar do Z4

Com o empate, ambas as equipes seguem invictas, porém foram as que mais empataram na competição nacional. O Vasco soma sete pontos e ocupa a 8ª colocação em cinco rodadas. O Carcará, por sua vez, está na 16ª posição com cinco pontos (impressionantes cinco empates por 1 a 1).

Confira trechos das observações do árbitro na súmula

Foi respeitado um minuto de silêncio em respeito às vitimas da Covid 19 no brasil.

Aos 30 minutos do 1º tempo foi arremessado um copo vindo da torcida do Vasco em direção ao assistente nº 2 Hugo Sávio Xavier Corrêa, não o atingindo.

Aos 15 minutos do segundo tempo o jogo foi paralisado por 1 minuto pois a torcida do Vasco acendeu sinalizadores, após os sinalizadores serem apagados dei sequência a partida.

Aos 49 minutos do segundo tempo uma torcedora do Vasco uniformizada XXXX - XXXXXXX mg XXXX - XXXXX -invadiu as imediações do estádio próximo ao bancos de suplentes e túnel de acesso aos vestiários, sendo contida pelo policiamento presente na partida.

E ao término da partida um torcedor do Vasco uniformizado sr. XXXXX – XXXXXX- XXXXX mg XXXX – XXXXXX invadiu o campo de jogo próximo ao túnel de acesso aos vestiário, sendo contido pelo policiamento presente na partida, informo que o trio de arbitragem não presenciou os fatos citados acima, sendo avisado pelo ocorrido pelo 4º arbitro Paulo Cesar Zanovelli da silva

Os torcedores foram levados para delegacia pelo major XXXXX -XXXXX mg XXXXXX- XXXX e até o fechamento desta súmula não foi nos informado o número do boletim de ocorrência.

Informo que as taxas, diárias e todas as despesas da arbitragem não foram pagas, nos informaram que as taxas serão pagas via pix no 1º dia útil.