Alexandre Campello

Alexandre Campello vem se mobilizando contra o modus operandi da AGE convocada (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Felippe Rocha
18/08/2020
16:53
Rio de Janeiro (RJ)

A Assembleia Geral Extraordinária (AGE), convocada no fim da última semana, teve novo capítulo. Desta vez, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, foi à 17ª Delegacia de Polícia, em São Cristóvão, para registrar e contestar o processo anunciado para a AGE, isto é, por meio da plataforma "Eleja Online". A informação foi publicada pelo site do "Globo Esporte" e confirmada pela reportagem do LANCE!".


A medida de Campello é mais uma direta a Faues Mussa, como vem ocorrendo nos últimos dias. A justificativa do mandatário da diretoria administrativa segue sendo a preservação de dados dos sócios e o processo de contratação da "Eleja Online", atribuição que seria da gestão do clube e não de Mussa.

A AGE está marcada para o próximo dia 25. Em pauta, a aprovação ou não das eleições diretas para presidente e vice-presidente do clube, e a aprovação ou da reforma estatutária. A separação dos pontos também rendeu polêmica.

Porém, à medida em que a assembleia se aproxima e há desavenças no processo, na pauta e na lista de votantes, aumenta a chance de a reunião não ocorrer. Ao menos no dia marcado.