Vasco x São Paulo - Ramon Menezes

Ramon está invicto no comando do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)

Fernanda Teixeira
17/08/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Em uma busca rápida nas redes sociais é possível encontrar a nova palavra do momento entre os torcedores vascaínos: "Ramonismo". A brincadeira faz alusão ao trabalho do treinador Ramon Menezes, que, aos poucos, vem conseguindo dar uma cara ao time, ao mesmo tempo em que alcança resultados. Além da identificação com o clube dos tempos de jogador, Ramon trabalhou como auxiliar técnico por mais de um ano antes de assumir a vaga de Abel Braga. O conhecimento do elenco, tem se mostrado um diferencial para a evolução da equipe, nas palavras dele próprio. 

– A cara da equipe é a cara do Vasco: um time equilibrado e que entrega a alma em campo para vencer o jogo. Todo mundo que teve a oportunidade de entrar deu o seu máximo. Conseguimos os dois resultados. Estou no Vasco faz muito tempo, então, isso joga a meu favor. Conheço os jogadores e, na pandemia, comecei a falar o que pretendia. Construção leva tempo, mas eu entendo o futebol como cumprir função. E isso passa pelo entendimento do atleta. O campeonato está apenas começando. Vão ter muitos jogos pela frente. É importante ter prazer de jogar com a bola, mas também induzir o adversário ao erro e marcá-lo – disse Ramon logo após a partida contra o São Paulo. 

A empolgação da torcida com o novo treinador ganha ecos dentro do elenco vascaíno. Os jogadores, com frequência, têm dado declarações que destacam a confiança adquirida pelo grupo com o novo comandante. Jogadores antes contestados, como Fellipe Bastos e Henrique, têm mostrado evolução e ganhado em importância tática. 

– Mesmo antes de ser treinador, ele sempre me deu muito apoio. Então essa evolução devo muito ao Ramon e ao time também. Acho que não só eu, mas todo o time, a gente tem muito mais confiança para fazer o que temos de fazer dentro de campo – disse Henrique, ao falar da melhora do desempenho. 

O artilheiro Germán Cano foi mais um a fazer coro à opinião dos companheiros, no último domingo. Autor dos dois gols da vitória sobre o Tricolor, ele mostrou estar confortável dentro do esquema de Ramon.

– Desde o começo do ano os objetivos eram claros, toda equipe queria somar, trabalhar, fazer as coisas bem pelo Vasco. Conforme o tempo foi passando, as coisas foram se ajustando, e estamos demonstrando isso partida após partida. Ramon é um grande treinador e o Vasco está muito bem, está mantendo a posse de bola e isso é importante. Temos de seguir da mesma maneira e não cruzar os braços - afirmou o artilheiro do Vasco na temporada, com 11 gols.