Vasco x São Paulo - Comemoração

Apesar dos destaques individuais, rendimento coletivo do Vasco chama atenção (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)

Felippe Rocha
23/08/2020
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

"Quem tem limite é município", diz o ditado popular. Mas quase sempre há fundo de verdade, principalmente quando se trata de objetivos. O Vasco deseja voltar a figurar constantemente no alto da tabela e brigar seguidamente por títulos. Para tanto, é preciso vencer em casa. Mesmo que o adversário desta tarde seja um Grêmio postulante ao título. Mesmo que esteja com um time de maioria de titulares. Afinal, o time de São Januário busca a quarta vitória seguida no início da competição, o que não acontece desde 2012.

- Vamos passo a passo, jogo a jogo. Sabemos a dificuldade que é o Campeonato Brasileiro. Precisamos evoluir dentro dos jogos. Vamos jogo a jogo. Ser consistente defensivamente. A caminhada é longa, dura, mas somos do tamanho do nosso sonho. Clube vencedor. Precisamos fazer jus à grandeza deste clube - entende Fellipe Bastos.

O Grêmio tem desfalques importantes para o jogo, mas o Cruz-Maltino já vem jogando sem Yago Pikachu e Vinícius, e pode preservar outros jogadores. Na quarta-feira, a equipe precisará se recuperar após perder de 1 a 0, em casa, para o Goiás, pela Copa do Brasil. Leandro Castan já havia dado a dica após a vitória sobre o Ceará, na última quinta-feira.

- Vamos chegar no Rio de Janeiro primeiro, depois ver o que o Ramon e o pessoal da fisiologia vão nos passar. Tenho certeza que eles vão tomar a melhor decisão. Essa pandemia prejudicou muito. O calendário brasileiro já é apertado e vai ser mais ainda. Vamos precisar de todos para jogar como temos jogado: dando a vida em todos os jogos. E assim vai ser até o final - avalia.