Luisa Stefani

Divulgação Arquivo Pessoal

TÊNIS NEWS
17/08/2020
09:04
Lexington (EUA)

Luisa Stefani (Tennis Warehouse), deu um salto de seis posições em novo ranking divulgado pela WTA nesta segunda-feira indo ao 39º lugar após a conquista do WTA de Lexington, nos Estados Unidos, seu segundo caneco na carreira.

A paulista que mora e treina na Saddlebrook Academy, em Tampa, na Flórida, nos Estados Unidos, e a parceira americana Hayley Carter, cabeças de chave 4 do evento, superaram na final a suíça Jil Teichmann, finalista de simples, e a tcheca Marie Bouzkova por 6/1 7/5 após 1h15min.

Esta é a segunda conquista da paulistana e da americana. Elas venceram o WTA de Tashkent, no Uzbequistão, em outubro do ano passado, e foram vice-campeãs do WTA de Seul, na Coreia do Sul.

Stefani foi a primeira brasileira a competir no tênis após a retomada do esporte na segunda semana de torneios internacionais do feminino. Ela é a primeira brasileira no top 40 desde Niege Dias em 1989 (39ª do mundo em simples).

"Muito feliz com a vitória e o título aqui em Lexington. Uma baita semana depois de quatro, cinco meses basicamente só treinando, então muito especial fechar a semana com chave de ouro. Aproveitar esse embalo para ir confiante para Nova York. Muito feliz e gratificante chegar no meu novo melhor ranking na carreira, mais uma conquista, mais um passo importante para mim. Muito animada pelo futuro, o que vem pela frente, muitas metas, objetivos alcançados e sempre aumentando mais. Muito inspirada, motivados e grata por tudo o que está acontecendo", disse.

Sua parceira subiu cinco degraus ao 38º lugar na tabela de duplas.

Em 2020 a dupla vem colhendo bons resultados. Foram campeãs do WTA 125 de Newport Beach, na Califórnia, fizeram quartas de final do WTA Premiere de Dubai, nos Emirados Árabes, e oitavas de final do Australian Open, primeiro Grand Slam da brasileira.

Este foi o primeiro de três eventos nos Estados Unidos da dupla. Elas seguem para Nova York onde disputam o WTA Premiere de Cincinnati, a partir do dia 22, e na sequência o US Open, Grand Slam, a partir do dia 31. Ambos no Billie Jean King National Tennis Center.
Stefani ficou em Lexington se preparando para o torneio desde segunda-feira retrasada e confinada no hotel do torneio no protocolo recomendado pelo evento. Ela realizou três testes negativos da COVID-19.

Ela segue na terça-feira para Nova York onde será testada assim que chegar ao hotel onde ficará confinada e terá que ficar 24h no quarto do hotel aguardando o resultado para poder treinar no local do evento.

"Jogando aqui em Lexington com os protocolos me senti muito mais segura para ir para Nova York e entrar na bolha lá. Os torneios têm sido bem restritos, usando a máscara, mantendo distância,só ficando no hotel e no clube. Algumas razões pelas quais o evento teve tanto sucesso essa semana e espero que continue nas semanas que vão vir. Animada para entrar na próxima bolha em Nova York", concluiu Stefani.