Luisa Stefani em clinica

Renato Prado

TÊNIS NEWS
20/11/2020
22:29
São Paulo (SP)

Luisa Stefani (Tennis Warehouse), número 33 do mundo e primeira do Brasil nas duplas, deixou as férias por um dia de lado em São Paulo para mostrar toda sua experiência. A paulistana ofereceu uma clínica para trinta crianças e adolescentes nesta quinta-feira na Academia Paulistana.

A ainda jovem jogadora, de 23 anos, mostrou suas experiências para crianças de 12 até adolescentes de 18 na Omaki Tênis. Foram quatro horas de uma palestra inicial contando toda a trajetória da jogadora que foi morar na Califórnia, passou pela universidade americana de Pepperdine e depois seguiu carreira profissional. Depois, Luisa mostrou em quadra exercícios específicos de duplas e finalizou respondendo perguntas da garotada.

"Foi uma clínica não só para as crianças, mas também motivacional onde a Luisa foi muito simpática, gentil, interagiu com todo mundo. Criançada ficou encantada com ela, muito comunicativa . Evento organizado pela treinadora Marina Danzini da equipe COT. Luisa falou sobre o histórico dela, na faculdade, depois de como montou a equipe dela, falou sobre o calendário de jogos, treinos e hábitos/rotina que ela possui dentro e fora de quadra. Ela fez um aquecimento bem bacana para as crianças sentirem um pouco da seriedade da pegada dos profissionais de alto nível, depois do aquecimento falou a respeito do jogo de duplas e fez vários drills, golpes e sinais dos duplistas de altíssimo nível. Falou das opções para cada situação na modalidade," disse Carlos Omaki, treinador da Carlos Omaki Tênis, que também já foi treinador no início da carreira de Beatriz Haddad Maia, ex-top 60 do mundo, e um dos destaques atuais do Brasil no feminino.

"Luisa é muito carismática. Respostas boas para todas as questões, crianças ficaram encantadas não só com atividades, mas postura e com ela, desenvolta, segura e convicta. Objetivo era apresentar para as crianças que uma jovem que há poucos anos treinava conosco e hoje joga em altíssimo nível, sonha ganhar um Grand Slam, mostrar que é possível", seguiu.

Stefani, que com 12, 13 anos jogava pelo Club Athlético Paulistano com ajuda da equipe de Omaki e Danzini, comentou: "Foi minha primeira clínica que fiz assim, ótima experiência total sucesso. Adorei as crianças,bastante tempo, jogadas específicas de duplas, ótimas perguntas delas , achei bem legal, às vezes a criançada é muito tímida, mas não foi assim, super engajadas, questionando buscando saber um pouco das experiências , muitos são adolescentes então em breve vão passar por coisas que passei ou estou passando então foi bem legal passar isso tudo e os resultados que tive esse ano. Compartilhar minhas histórias e ajudar eles com isso. Essa troca foi super legal, tenho carinho e respeito enorme pelo Omaki e a Danzini desde quando conheço eles quando estava aqui no Brasil eles me ajudavam quando eu era do Club Athlético Paulistano então foi uma tarde super legal e gostosa no geral".

Stefani termina suas férias neste domingo e fará parte de sua pré-temporada em São Paulo a partir desta segunda-feira.

A jogadora soma dois títulos nível WTA, o mais alto do circuito feminino, em 2019 em Tashkent, no Uzbequistão, e 2020 em Lexington, nos EUA, fez finais ainda no Premiere de Ostrava, na República Tcheca, e Estrasburgo, na França, esses em 2020, e Seul, na Coreia do Sul, em 2019. Terminou 2020 entre as dez melhores duplas do ano junto com a americana Hayley Carter e quebrou recentemente uma marca de três décadas do tênis brasileiro sem uma jogadora no top 40 no ranking. Se destacou ainda fazendo semifinal no Premiere de Roma, quartas no US Open, oitavas no Australian Open e Roland Garros.