Borna Coric em Indian Wells

Foto: Reprodução

Tênis News
13/10/2018
17:11
Xangai (China)

Após derrotar o suíço Roger, o croata Borna Coric analisou sua performance impecável na semifinal do Masters 1000 de Xangai, na China, confessou ter iniciado a semana pensando em desistir do torneio e prevê uma final duríssima.

"Eu não podia estar mais feliz. Esta vitória sem dúvida é uma das melhores que já consegui como profissional. Se não for a primeira, é a segunda ou terceira", declarou o jovem que derrotou Roger Federer sem encarar um breakpoint.

"É realmente muito especial alcançar a final de um Masters 1000 e fazê-lo derrotando uma lenda do tênis como Roger é ainda mais. Cheguei ao torneio com muitas dívidas e dores no pescoço, que me fez considerar a ideia de desistir e descansar para os últimos torneios do ano, mas finalmente optei por arriscar. As coisas andaram bem nestas semanas", confessou.

Coric analisou a partida de um ponto de vista técnico e tático: "Foi um dos jogos em que mais me encontrei sólido. Senti a bola o tempo todo e acredito que em termos de saque foi um dos melhores jogos que fiz. Apostei por abrir bolas anguladas a todos os momentos e desgastá-lo. Sentia a cada novo golpe que a bola entraria em quadra. Por agora, é possível dizer que estou jogando o melhor tênis da minha carreira e espero que possa seguir assim com esta projeção".

O croata também fez uma projeção da partida contra Novak Djokovic na decisão do título chinês: "Diante de Djokovic espero uma partida muito dura. Na atualidade, ele é o jogador mais em forma do circuito e terei de jogar em um nível parecido ao de hoje para tentar ter minhas chances. Se Djokovic está em um bom dia é um tenista muito difícil de derrotar, mas para isso preciso estar concentrado desde o primeiro momento e brigar por cada bola como se fosse a última", confessou aos jornalistas.