Beatriz Haddad Maia em vitória sobre Sara Sorribes em Bogotá

Foto: Divulgação

Tênis News
13/04/2019
17:58
Bogotá (Colômbia)

A número 1 do Brasil e 165ª do mundo, Beatriz Haddad Maia lutou, mas acabou levando a virada da norte-americana Amanda Anisimova, 76ª de apenas 17 anos, e ficou de fora da final do WTA Internacional de Bogotá, na Colômbia.

Vindo do torneio qualificatório, tendo disputado seis jogos na semana, Bia Maia lutou por 2h40, mas acabou derrotada com placar de 4/6 7/6 (2) 6/2 tendo convertido dois aces contra cinco da norte-americana, que cometeu três duplas-faltas contra 12 da brasileira, que venceu 67% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 69% de aproveitamento da norte-americana.

Jogando sua primeira final em nível WTA da carreira, Anisimova aguarda pela vencedora do duelo entre a australiana Astra Sharma e a espanhola Lara Arruabarrena.

O jogo

O jogo teve um início tenso, com a brasileira quebrando o saque da adversária no terceiro game e trocando quebras até o quinto game, onde a brasileira ficou em vantagem e administrou salvando breakpoints nos sexto, oitavo e décimo game.

Na segunda etapa, Anisimova pediu atendimento no joelho esquerdo após o fim do terceiro game e voltou pressionado Biaem seus games de serviço, salvou um total de seis breakpoints sendo dois setpoints e levou a disputa para o tiebreak. Ali, errática, a brasileira acabou dominada.

No set decisivo, Anisimova abriu 4/1 com quebras no terceiro e quinto game, aí a brasileira pediu atendimento para o ombro direito, voltou firme, devolveu uma das quebras, mas não sacou firme, voltou a ser quebrada e viu a norte-americana avançar para sua primeira final em nível WTA.