Félix Auger-Aliassime Tênis

(Foto: Divulgação)

TÊNIS NEWS
23/02/2019
01:14
Rio de Janeiro, Brasil

Por Marden Diller – Terceiro semifinalista da edição 2019 do Rio Open, o jovem canadense convidado da organização, Felix Auger-Aliassime, celebrou o maior resultado de sua carreira enaltecendo seus feitos e elogiando a torcida carioca.

“Venci jogadores de ranking mais alto durante a semana, como Fabio (Fognini), mas essa vitória foi especial. Eu não havia conseguido vencer três partidas seguidas em torneios deste nível. Dessa vez eu venci Jaume, que havia me vencido duas vezes no saibro ano passado. Não me sentia favorito, mas hoje consegui me impor”.

Dois dos principais ídolos do jovem canadense em sua infância foram os franceses Jo-Wilfried Tsonga e Gael Monfils, ambos idolatrados por seu estilo de jogo. Hoje, Aliassime acredita que pode até ser mais completo que eles.

“Tsonga e Monfils foram meus ídolos quando era mais jovem pois são jogadores muito fortes, com muita potência e pelo estilo de jogo agressivo deles. Inclusive, acho que talvez eu tenha o necessário para ser mais completo que eles”.

Vivendo o melhor torneio de sua vida, o canadense já é assediado pelos torcedores e caiu nas graças da torcida brasileira. Apesar da superexposição e atenção da torcida, a qual garantiu ser agradecido, o jovem garante que sua carreira não mudou nada.

“Não é como se minha carreira já tivesse mudado. Tem sido muito legal, mas não é onde eu quero parar. Ainda posso ter duas partidas nessa semana, quero seguir nesse caminho. Quero continuar melhorando dia após dia”.

“Desde que eu comecei no esporte eu consigo sentir a energia fluindo do público em qualquer país que eu jogo. Obviamente os resultados ajudam. Mas por alguma razão o público brasileiro gosta muito de mim e me sinto feliz com isso. Foi uma energia muito boa que emanou deles e eu pude usar isso no jogo”.