Carlos Alcaraz em ação contra Hugo Dellien na final do quali do Australian Open

Redes Sociais

Tênis News
13/01/2021
08:54
Doha (Qatar)

O espanhol Carlos Alcaraz, pupilo do ex-número 1 Juan Carlos Ferrero, segue escrevendo seu nome na história do tênis e após bater o boliviano Hugo Dellien na final do quali do Australian Open, se tornou o primeiro nascido em 2003 a jogar um Grand Slam.

Jogando de maneira muito sólida, o jovem, 141º da ATP e que chamou a atenção no Rio Open de 2020, precisou de 1h23 para superar Dellien, 111º, pelo placar de 6/2 6/3 tendo disparado os dois aces da partida e cometido duas duplas-faltas contra três do boliviano, que venceu 56% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 71% de aproveitamento do espanhol.

Com a vitória do espanhol, esta será a primeira vez que um tenista nascido no ano de 2003 disputará a chave principal de um torneio do Grand Slam.

Alcaraz deixará com os demais vencedores do quali o Qatar em direção à Melbourne, onde cumprirão os 14 dias de quarentena obrigatório antes do início do Australian Open e lá conhecerá seu primeiro adversário na chave principal do torneio.

Acostumado a quebrar recordes

Alcaraz se tornou o primeiro de sua geração a vencer uma partida em nível Challenger ainda aos 15 anos, o feito aconteceu no Challenger de Alicante, na Espanha, que no ano seguinte foi vencido por ele próprio.

No Rio Open, o jovem espanhol tornou-se o primeiro nascido em 2003 a vencer uma partida em nível ATP. Esta partida foi consideradas uma das melhores do circuito em 2020 pela própria ATP.

Mesmo com o ano conturbado e com o circuito paralisado por cinco meses em 2020, Alcaraz venceu três torneios Challengers e superou marcas de campeões de Challenger aos 17 anos, que eram do canadense Felix Auger Aliassime, do argentino Juan Martin Del Potro e do sérvio Novak Djokovic.