São Paulo - Equipe

São Paulo tem péssimo desempenho em 2021 (Foto: saopaulofc.net)

Gabriel Santos
22/01/2021
07:00
São Paulo (SP)

O ano de 2020 terminou com o São Paulo em alta, apesar da eliminação na Copa do Brasil para o Grêmio. Líder do Brasileirão, o Tricolor liderava a maioria das estatísticas e via uma diferença de sete pontos para o então vice-líder Atlético-MG.

Internacional, São Caetano, Inter de Limeira… Relembre as piores derrotas do São Paulo no Morumbi

Além disso, a equipe tinha o melhor ataque, com 47 gols marcados e a melhor defesa, com apenas 22 gols sofridos até então. Também era a equipe com mais vitórias (16) e junto com o Grêmio, com menos derrotas (3). 

SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

No entanto, veio a virada do ano, nova diretoria (não quer dizer que seja o problema) e novos resultados, mas para pior. Desde que 2021 começou o São Paulo disputou quatro partidas, com três derrotas (Red Bull Bragantino, Santos e Internacional), e um empate (Athletico). Nesses jogos, foram quatro gols marcados e 11 sofridos.

De lá para cá, as estatísticas foram por água abaixo. O ataque, que era um dos pontos fortes, somou 51 gols e agora é o terceiro melhor da competição, atrás de Internacional (53), Atlético-MG (52) e Flamengo (52). A defesa, que era a melhor do torneio, foi para a sexta posição com 33 gols sofridos, atrás de Grêmio (25), Palmeiras (28), Internacional (29), Fortaleza (29) e Athletico (30).

Todo esse desempenho ruim fez crescer a pressão sobre a saída do técnico Fernando Diniz. Na entrevista coletiva depois da dura derrota para o Interm ele foi taxativo e disse que não tem medo de ser demitido. 

- Não tenho medo de perder emprego, eu amo meu trabalho, trabalho com toda dedicação para conquistar título aqui no São Paulo. Eu sempre me senti apoiado aqui, pela diretoria que saiu e por essa que entrou. Se eu carrego algum tipo de culpa e responsabilidade, a maior responsabilidade é minha. A maior responsabilidade por uma derrota como essa é minha - afirmou.

Com isso, o São Paulo quer dar uma resposta para a torcida e melhorar os números no próximo sábado (23), às 19h, contra o Coritiba, novamente no Morumbi, pelo Brasileirão.