Daniel Alves - São Paulo

Daniel Alves e São Paulo: polêmicas continuam mesmo após a saída de veterano (Foto: Staff Imagens/Conmebol)

Rafael Ribeiro
13/05/2022
15:08
São Paulo (SP)

A diretoria do São Paulo decidiu notificar o lateral-direito Daniel Alves, atualmente no Barcelona, da Espanha, pelas críticas feitas ao clube em um documentário da Fifa, lançado no mês passado. A cúpula do clube estaria dividida e ainda avaliando se entra ou não na Justiça contra seu ex-camisa 10 por quebra de uma cláusula no contrato de rompimento firmado com o atleta.


A informação foi publicada primeiramente no portal Globo Esporte nesta sexta-feira (13) e confirmada ao LANCE! por pessoas ligadas à diretoria tricolor.

Segundo o que o L! apurou, o assunto vem causando polêmica entre a cúpula do clube do Morumbi. Isso porque quando acertaram a rescisão contratual, em setembro do ano passado, Daniel Alves e São Paulo definiram uma cláusula de confidencialidade em que ambos se comprometeram a não fazer críticas ou ataques públicos mútuos.

Entretanto, Daniel Alves deu declarações consideradas ofensivas por torcedores e dirigentes do Tricolor.

- Chegou no limite, entendeu? Essa é a real. Cheguei no meu limite. Durante as Olimpíadas comecei a pensar muito se eles estavam me fazendo bem. Quando começa a viver lindos momentos, em lugares diferentes, você começa a comparar a coisa boa, a coisa ruim. A abelha não tem tempo de ensinar para a mosca que mel é melhor do que merda - disse o lateral ao documentário.

Na ocasião, o São Paulo emitiu uma nota onde reiterou que cumpriria o acordo de silêncio feito com seu ex-camisa 10 no distrato. Porém afirmou que 'ninguém é maior do que o clube'.

Em entrevista ao jornal 'O Estado de S. Paulo' no início do mês, Daniel Alves negou que sua intenção fosse a de ofender o Tricolor.

- Nunca quis ser maior que o clube. Quando eu falo do São Paulo, não falo do clube. Falo das pessoas que representam o São Paulo. E isso gera uma confusão. Infelizmente, as pessoas se destacam pelo caos que elas formam e não pelos exemplos que elas são. Assim, gera um pouco de desavença. Ninguém nunca tinha me perguntado qual era o contexto disso. As pessoas estão achando que o São Paulo é a merda e o Barcelona é o mel? Não, muito pelo contrário. A mosca nunca vai ser uma instituição. Ela é simplesmente a mosca, uma parte pequena da vida. Se as pessoas quiserem ir para o outro lado, elas vão. O sentido da frase é que não tenho tempo a perder tentando explicar para as pessoas o caminho a seguir.

Apesar do entendimento de que Daniel Alves descumpriu o acordo, parte da diretoria são-paulina não quer acionar a Justiça pelo entendimento de que o ato geraria um desgaste desnecessário. O presidente Julio Casares teria sido aconselhado pelo departamento jurídico de que a entrevista não seria suficiente para mudar algo no acordo entre as partes, que gira em torno de R$ 23 milhões, segundo o balanço financeiro do clube.

O assunto, porém, não está decidido totalmente. Por isso, a decisão apenas de emitir um 'aviso jurídico' a seu ex-camisa 10 neste momento, como forma pacífica de evitar que esse tipo de situação se repita.

Daniel Alves fatura R$ 472 mil por mês do Tricolor. As prestações pela rescisão contratual serão pagas por cinco anos. O jogador foi anunciado no dia 1º de agosto de 2019 pelo São Paulo. Pouco mais de dois anos depois, em setembro de 2021, as partes anunciaram o distrato. Dois meses depois, ele foi apresentado no Barcelona.

Procurado por meio de sua assessoria, o São Paulo não se manifestou sobre o caso. Também por sua assessoria, Daniel Alves informou que não se pronunciará.

TABELA
> Confira os jogos do Tricolor no Brasileirão-22 e a classificação
> Confira os jogos do São Paulo na Sul-Americana-22 e a classificação
> Confira os jogos do Tricolor na Copa do Brasil-22 e a classificação
> Conheça o novo aplicativo de resultados do L!

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet