Raí

Raí não quis comentar sobre a permanência de Aguirre para o ano que vem (Divulgação/São Paulo FC)

Yago Rudá
10/11/2018
21:44
São Paulo (SP)

Depois de flertar com a possibilidade de ser campeão brasileiro nesta temporada, o São Paulo chega ao fim do ano preocupado com a possibilidade de não conseguir uma vaga direta à fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem. Na saída da Arena Corinthians, Raí, diretor executivo de futebol do Tricolor, falou sobre o tema.

- O que a gente tem de admitir e focar é que o time foi muito mal. Temos de ver o que fazer rapidamente para melhorar. Temos cinco jogos importantíssimos para terminar o campeonato - falou o dirigente tricolor, demonstrando insatisfação com o desempenho da equipe no Majestoso e também nesta reta final de temporada.

Atualmente, o São Paulo ocupa a quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 58 pontos ganhos. Caso o Grêmio vença o Vasco no próximo domingo, em Porto Alegre, a equipe gaúcha alcançará o Tricolor do Morumbi no número de pontos, mas terá uma vitória a mais. Desta forma, o time do técnico Diego Aguirre cairia para a quinta colocação e deixaria o grupo dos classificados diretos para a Libertadores.

Na próxima quinta, os dois tricolores se enfrentam no Morumbi. O jogo pode ser determinante para a decisão da vaga do quarto colocado no Brasileirão, que define o último dos cinco lugares do futebol nacional na fase de grupos da principal competição continental. 

- Tudo depende do São Paulo, da nossa atuação, se jogar como hoje vai ser difícil ficar entre os quatro. Então, temos de reverter essa situação o mais rápido possível. Principalmente, na atitude e motivação -  completou.

Depois de ganhar o troféu Osmar Santos, prêmio concedido pelo LANCE! ao campeão do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o São Paulo sofreu uma queda vertiginosa de rendimento. Por conta disto, coloca-se em xeque a renovação do uruguaio Diego Aguirre para a próxima temporada. A diretoria do Tricolor, no entanto, deixou claro que o assunto será tratado com calma ao fim da temporada.

- A gente não avalia o Aguirre por um jogo, ou por algumas partidas apenas. Avaliamos pela temporada toda, desde quando ele chegou. Vamos fazer isso com calma. E não vou falar de treinador por causa de um jogo em que foi mal - argumentou Raí em sua saída da Arena Corinthians, em Itaquera.