Hudson São Paulo treino

Hudson enaltece trabalho do técnico Diego Aguirre para impor vontade no São Paulo (Érico Leonan/saopaulofc.net)

William Correia e Yago Rudá
20/07/2018
08:00
São Paulo (SP)

No primeiro jogo pelo Campeonato Brasileiro depois da Copa do Mundo, o São Paulo provou que não perdeu o embalo e venceu o Flamengo, no Maracanã, por 1 a 0. E as armas do time para encarar o Corinthians, neste sábado, no Morumbi, são exatamente o que, para o elenco, explica a fase do time: personalidade e confiança dentro de campo.

O Tricolor está a um ponto do líder do Brasileiro, exatamente o Flamengo, derrotado na quarta-feira. E os motivos apontados para o time adquirir esse status têm a ver com o fato de ser moldado com o perfil do técnico Diego Aguirre. A promessa é de que será exatamente isso que o histórico arquirrival encontrará no Majestoso, pela 14ª rodada da competição nacional.

- O Aguirre tem um papel fundamental, junto com a comissão técnica, nos ajudando muito, com confiança e motivação, além das partes tática e técnica. Somos um time de personalidade. Um time da grandeza do São Paulo não pode ser diferente. Precisa ter personalidade para jogar aqui, e muita vontade sempre - apontou o volante Hudson ao LANCE!

- A vitória sobre o Flamengo nos dá muita moral. Lutamos muito para chegar até aqui, e não vamos parar. Estamos no caminho certo, o time está muito bom. Nossa concentração está sendo fundamental, é a melhor coisa para o São Paulo. Esse clube é muito grande e sempre estará entre os favoritos - indicou o zagueiro Arboleda.

Além do espírito, a sensação dos jogadores é de que essa personalidade se mostra até taticamente. O São Paulo conseguiu segurar a presença do Flamengo ao longo de todo o segundo tempo, em um Maracanã com quase 56 mil presentes, e não sofreu gol.

- O professor chegou e, primeiramente, arrumou nossa defesa. Tanto atacantes como meias, todos defendem no São Paulo. Atacamos em bloco, e é assim que tem de ser, jogar coletivamente. Damos a vida dentro de campo. Precisamos jogar com garra para dar este título ao São Paulo - falou Arboleda.

- Foi uma vitória importante em vários sentidos, por ser fora de casa, contra o líder do campeonato, e diminuído a diferença para um ponto. Isso tudo aumenta a confiança, mostra que estamos no caminho certo. Mas esse rótulo de favorito não acrescenta nada. Temos um bom time, crescendo em uma competição muito longa. Vamos pensar rodada a rodada, fazer nosso melhor sempre para que as coisas continuem dando certo - disse Hudson.

O São Paulo está isolado em segundo lugar no Brasileiro, com 26 pontos, e terminará a 14ª rodada na liderança caso vença o Majestoso, às 21h de sábado, e o Flamengo não derrote o Botafogo, às 19h de sábado, no Maracanã. O Corinthians tem 19 pontos, na zona intermediária da tabela.