Atlético-MG x São Paulo - Cuca

Cuca quer aproximar jogadores e comissão técnica durante pausa para a Copa América (Foto:Fábio Barros)

Gabriel Santos
16/06/2019
08:00
São Paulo (SP)

O técnico Cuca quer usar o período de pausa para a Copa América para aproximar o elenco da comissão técnica tricolor. Para o treinador, o intervalo de três semanas de treinamento será de proveito, tanto na parte técnica como na parte emocional dos jogadores. O time vem em má fase, com críticas da torcida e sem ganhar desde o dias 12 de maio, quando venceu o Fortaleza , fora de casa, pelo Brasileirão. 

- Quero criar um comprometimento maior com os atletas, para ter a nossa família, a família São Paulo. E essas três semanas vão me dar uma condição muito boa de fazer tudo isso. O segundo semestre será melhor do que o primeiro - enfatizou o treinador. 

Segundo Cuca, o elenco são paulino terá um período de concentração maior e bastante trabalho pela frente, para conseguir dar a volta por cima no segundo semestre da temporada.

- Queremos criar um ambiente de confiabilidade. O São Paulo terá um regime de concentração neste período e vamos cobrar bastante trabalho. Teremos tempo para melhorar muito o nosso time e, assim, ser aquilo que esperamos - afirmou o comandante do Tricolor.

O sentimento de união não é somente por parte de Cuca. O elenco também sabe que a parada será importante para 'estreitar os laços' entre jogadores e comissão técnica. O zagueiro Bruno Alves, titular durante grande parte da temporada, prometeu que o time voltará mais empenhado após a disputa Copa América.

- Temos cobrado um espírito como este que o time demonstrou. E a parada será importante para fortalecer a equipe, porque voltaremos empenhados - afirmou o defensor.

O goleiro Tiago Volpi valorizou a pausa e afirmou que o São Paulo voltará mais forte depois do período de treinamentos. Para ele, o Tricolor pode brigar na parte de cima da tabela do Brasileirão.

- Nosso desejo é retornar bem para brigar pela parte de cima da tabela. Nosso grupo é unido, isso é importante e vamos sair desta situação. A cada dia estamos mais unidos para sair desta situação incômoda. Nossa ideia é nos blindar, nos fechar, nesse período que a gente vai ter para ficar cada dia mais junto, e fazer uma espécie de pré-temporada para a gente poder voltar bem e disputar as posições na parte de cima da tabela - disse o goleiro.

Vale lembrar que a pausa pode trazer várias mudanças no São Paulo. A primeira delas ocorreu na última sexta-feira, quando o preparador físico Carlinhos Neves pediu demissão. O intervalo promete ser agitado no CT da Barra Funda. 

O São Paulo volta a campo no dia 14 de julho, contra o Palmeiras, no estádio do Morumbi.