Diego Souza e Everton

Diego Souza segue treinando no São Paulo, mas está fora dos planos do clube (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Guilherme de Paula
18/04/2018
20:01
De Prima

Contratado no começo desta temporada, Diego Souza não está nos planos do São Paulo para a sequência da temporada. O Tricolor, que pagou R$ 10 milhões ao Sport pelo meia, pretende negociá-lo em breve.

O contrato vigente com o clube paulista vai até o final da próxima temporada. O jogador, que está com 32 anos, não foi relacionado pelo técnico Diego Aguirre recentemente, contra Rosario Central e Paraná (este último, alegando amigdalite), mas ficará no banco nesta quinta-feira, contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil.

Diego Souza já foi sondado recentemente por alguns grandes clubes brasileiros, mas o mais interessado é o Vasco. Pesa a favor de um eventual retorno a São Januário o carinho do atleta pelo clube - a questão financeira, no entanto, é um entrave. Diego teve passagem muito marcante pelo Cruz-Maltino e foi um dos destaques na conquista da Copa do Brasil de 2011.

Publicamente, o técnico Diego Aguirre diz que tem deixado o camisa 9 de lado à espera de uma reação do jogador, exatamente com tem se posicionado a diretoria, que não esconde sua decepção pela postura do atleta dentro de campo. Mas, internamente, o meia-atacante tem apresentado números abaixo do esperado nos treinos e causou irritação quando foi escalado pelo treinador uruguaio.

A conselheiros, dirigentes já admitem que não devem recuperar o dinheiro investido no atleta de 32 anos de idade, que chegou a estar entre os cotados para disputar a Copa do Mundo. Mas, por enquanto, sua presença dentro do elenco não incomoda, já que não há queixas sobre seu comportamento disciplinar. O problema é mais o que ocorre com Diego Souza dentro de campo mesmo.