Independiente x Santos

Carlos Sánchez deu o passe para o gol do Santos diante do Independiente (Foto: Gustavo ORTIZ / POOL / AFP)

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
24/07/2021
10:06
SANTOS (SP)

O meia Carlos Sánchez foi titular pela segunda vez seguida desde que rompeu o ligamento do joelho esquerdo e precisou passar por cirurgia, o que fez ficar longe dos gramados por quase 8 meses. O jogador é considerado um líder no Peixe e carrega a braçadeira de capitão.

- É importante. Um confronto difícil, acho que fizemos um grande esforço não só nesse jogo como no passado também, começamos ganhando. Acho que fomos merecedores. Hoje (quinta) o João nos salvou muitas vezes, ele jogou por todos nós - comentou Sánchez à Santos TV.

O Santos foi eliminado na primeira fase da Copa Libertadores e acabou "sobrando" disputar a Copa Sul-Americana, competição em que o Peixe ainda não foi campeão.

- Essa competição tanto quanto a Libertadores é difícil, temos que estar ligados. Estamos trabalhando e acreditando tanto em casa como fora - alerta Pato Sánchez.

O técnico Fernando Diniz explicou a entrada de Pato Sánchez no time titular, assim como volta de Madson, o que gerou banco de reservas para Gabriel Pirani e Pará.

- Coloquei porque achei que era o melhor para o time. Os dois estão bem e poderia ter saído com outros jogadores também. Pará estava bem, mas achei que era momento do Madson. Sánchez foi bem contra o Bragantino, entrou bem em outros jogos e resolvi mantê-lo - comenta Diniz.