Corinthians x Santos - Sampaoli

Jorge Sampaoli deixou claro que espera mais contratações, após Yeferson Soteldo no Peixe (Foto: Ivan Storti/Santos)

Ana Canhedo
13/01/2019
21:39
São Paulo (SP)

O presidente do Santos, José Carlos Peres, tratou como "boatos mentirosos" uma possível insatisfação de Jorge Sampaoli no clube. De acordo com o dirigente, o argentino tem apenas "pressa por reforços" para poder deixar o time em ordem antes da estreia no Campeonato Paulista, no dia 19, contra a Ferroviária, na Vila Belmiro. 

- O Sampaoli nunca demonstrou insatisfação. Ele tem pressa, sim. Eu concordo com ele que precisamos trabalhar logo para o início dos campeonatos - disse, ressaltando a busca por volante e um lateral-esquerdo neste momento. 

No último sábado, o jornalista argentino Martín Liberman informou em seu Twitter que o treinador argentino estava insatisfeito no Santos e que avaliaria seu futuro no clube após uma reunião marcada para segunda-feira. A informação foi negada por Peres como veemência. Neste momento da entrevista na zona mista, o presidente subiu o tom. 

- Não vai ter reunião nenhuma. Quem escreveu isso era o mais crítico de Sampaoli quando ele era técnico da seleção (Argentina). Crítico ferrenho (disse, se referindo ao jornalista). Simplesmente isso. Não tem reunião. Trouxemos o Sampaoli para trazer uma mudança de cultura no clube. Ele tem algumas dificuldades a superar, mas nós vamos dar o tempo que ele precisar para atingir esses objetivos, que é ter um time aguerrido - completou. 

O próprio treinador falou sobre a relação com Peres. De acordo com Sampaoli, tudo o que o incomodar será passado ao dirigente para que não existam ruídos no clube. Ele despistou sobre uma possível insatisfação. Os discursos de ambos coincidem em um ponto: conversas frequentes. 

- A relação é contínua com a diretoria, conversamos todo o tempo para que nos deem a possibilidade do que precisamos. Teremos outra análise depois desse jogo. Temos o Paulista na frente e pouco tempo de trabalho. Que esse bom desempenho gere alterações rápidas, com a possibilidade de chegar alguns e que nos deem qualidade para um time ainda mais competitivo - disse o comandante alvinegro.