Sampaoli e Longuine - Santos

Rafael Longuine voltou de empréstimo e está no grupo da pré-temporada santista (Foto: Ivan Storti/Santos)

Alexandre Guariglia
04/01/2019
07:00
São Paulo (SP)

Ainda sem reforços, Jorge Sampaoli observa os treinamentos do Santos neste início de pré-temporada em busca de garimpar jogadores que possam ficar no elenco. Uma das fontes para achar essas alternativas é o grupo de atletas que voltaram de empréstimo. Entre essas peças, uma chamou a atenção em 2018. Trata-se de Rafael Longuine, que estava no Guarani e foi artilheiro do time na Série B do Brasileirão. Performance nos treinos pode garantir espaço em 2019.

Meia-atacante de origem, Longuine atua em uma posição carente no Peixe. No ano passado, nem a chegada de Bryan Ruiz solucionou os problemas. Cuca tentou colocar Rodrygo na função de articulador, porém não teve êxito. Jean Mota, que poderia ser uma opção, não agradou e deve ser emprestado ao Bahia. Sendo assim, pode haver espaço para o ex-jogador do Bugre.

Seus dez gols na Série B do Campeonato Brasileiro significaram um recorde pessoal de mais tentos em uma mesma competição. Antes, essa marca pertencia ao Paulistão de 2015, ainda pelo Audax, quando balançou a rede oito vezes, brilhou na competição e foi contratado pelo Santos, mas não se firmou.

De lá para cá foram apenas seis gols de Longuine com a camisa santista, até ser emprestado para o Coritiba, em 2017, onde ficou zerado, e depois para o Guarani, no ano passado, em que acabou tendo destaque parecido com aquele que chamou a atençao dos grandes times. Isso sem contar a sequência de jogos que teve em Campinas: entrou em campo 34 vezes na competição. No Peixe, desde que chegou, atuou em 45 partidas oficiais.

Segundo as estatísticas do Footstats na Série B, Longuine foi o jogador do Guarani com o melhor índice (217,47) e o 13º melhor da competição. O líder do quesito foi o atacante Dagoberto com 258,96. Além disso, marcou um gol a cada 2,3 chutes em que acertou o gol, ou um tento a cada 5,6 finalizações totais, incluindo as que não atingiram o alvo. Em outras palavras, teve um bom aproveitamento e foi eficiente no que tentou.

Se mostrar essa boa fase também nas atividades de pré-temporada, o estilo de jogo do meia pode agradar ao técnico Jorge Sampaoli, que pretende filtrar boa parte do elenco de 34 jogadores. Com a falta de reforços até o momento, Rafael Longuine pode ser um achado para o clube e uma solução interessante para a montagem do time.