Everson - Santos

Éverson chegou ao Santos no início do ano passado, como pedido de Jorge Sampaoli (Foto: Ivan Storti/Santos)

Fábio Lázaro*
19/07/2020
16:32
Santos (SP)

O goleiro Éverson não compareceu a reapresentação do Santos na tarde desta domingo, após a última folga antes da equipe voltar aos gramados pelo Campeonato Paulista, nesta quarta, às 19h15, contra o Santo André, na Vila Belmiro. Com cinco meses de direitos de imagem atrasado, além dos três meses de redução salarial de 70% dos salários em carteira, sem o consentimento dos jogadores, o goleiro entrou na Justiça contra o Alvinegro Praiano solicitando a rescisão do seu contrato.

A informação foi dada inicialmente pelo “UOL” e confirmada pelo LANCE!.

Conforme antecipado pelo L!, Éverson, ao lado de Pará, Luiz Felipe, Carlos Sánchez e Marinho, liderava o elenco nas negociações com a diretoria para um consenso na redução. A cúpula santista busca manter a redução em 70%, mas com o ressarcimento de parte do valor no futuro.

A iniciativa tomada por Éverson era um dos principais temores da direção do Peixe, que acreditava conseguir resolver tal pendência ainda este mês.

Pessoas próximas ao goleiro confidenciaram à reportagem que a medida tomada pelo camisa 22 era esperada, mas que houve surpresa pela atitude neste momento. Além disso, há possibilidade de que outros jogadores, principalmente de linha de frente do elenco, possam tomar a mesma decisão que o goleiro.

O Santos ainda não se pronunciou oficialmente sobre a iniciativa de Éverson

Futuro Provável

Um possível destino de Éverson, caso fique livre do contrato com o Santos, é o Atlético-MG, que liberou neste domingo o goleiro Michel. 

O técnico atleticano, Jorge Sampaoli, deseja um goleiro com qualidade na saída de bola e foi o responsável pela contrtação de Éverson ao Santos, no início do ano passado, pelo mesmo motivo. O principal alvo do técnio argentino no clube mineiro é Martin Campaña, do Independiente (ARG), mas o negócio está travado nas condições impostas pelos clube da Argentina, que deseja incluir uma cláusula de compra obrigatória ao fim do empréstimo de uma temporada. 

Em contato com a reportagem, pessoas ligadas ao Atlético-MG negaram o interessse no goleiro santista.