Fábio Lázaro
19/07/2020
06:00
Santos (SP)

Após ganhar folga neste sábado, o elenco do Santos inicia hoje uma maratona de treinos até terça-feira, visando o reinício do Campeonato Paulista, nesta quarta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro, contra o Santo André, pela 11ª rodada da competição, paralisada desde o dia 16 de março, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O Peixe não entra em campo para disputar um jogo oficial há quatro meses e sete dias. A última vez foi na derrota por 2 a 1 contra o São Paulo, pela décima rodada do estadual, no estádio do Morumbi.

Para voltar à ativa e se preparar para encarar o Ramalhão, no entanto, precisou muito mais do que 22 dias de treinamentos, que, com bola, foram retomados desde 1º de julho, conjuntamente entre todos os clubes da Série A1 do Paulistão. Desde o dia 19 de junho, atletas, comissão técnica e funcionários santistas se preparam para a retomada.

Período pré-treinamento

Inicialmente, todos os jogadores, funcionários e integrantes da comissão técnicas foram testados intensamente a fim de saber se havia infectados com a Covid-19. No total, nove detectaram positivo para a doença, sendo um jogador. Mais duas baterias foram realizadas posteriormente e na última, no qual os resultados foram divulgados há uma semana, nenhum atleta ou membro do corpo técnico constou contaminação pelo vírus.

Mas, entre os dias 19 de junho e 1º de julho, também foram feitos testes físicos, clínicos e fisiológicos, que constataram que o elenco realizou trabalhos de manutenção da forma durante a quarentena com sucesso. Inclusive, com declaração do preparador físico santista, José Pedro Pinto, afirmando que os atletas se reapresentaram após os três meses de hiato fisicamente melhores do que em janeiro, quando pararam durante um mês para férias, em dezembro.

Jesualdo Ferreira
Jesualdo terá um recomeço de trabalho à frente do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Treinos com bola

A partir do dia 1º de julho, os trabalhos com bola foram iniciados, mas respeitando o protocolo de distanciamento social. Com elenco dividido em grupos e atuando em dois campos distintos do CT Rei Pelé, o técnico Jesualdo Ferreira focou os primeiros trabalhos em fundamentos básicos, como passe e finalização.

Pouco a pouco eles foram dando espaço para treinamentos mais táticos, com campo reduzido e toques na bola limitados. Situações específicas, como de desvantagem numérica também foram propostas.

Por fim, na última sexta-feira, o elenco fez o primeiro treino coletivo, com 11 jogadores para cada lado, simulando situações reais de jogo.

Nas mãos para esse retorno, o técnico Jesualdo Ferreira terá à disposição 30 jogadores. Anderson Ceará e Ivonei, relacionados para o último jogo antes do início da pandemia, foram oficialmente integrados ao elenco, enquanto Felipe Aguilar, Evandro e Yuri Alberto deixaram o Peixe no período de paralisação do futebol.