Cueva, do Krasnodar, com selo do vaiém

Cueva está muito perto de se tornar o quarto reforço do Santos para a temporada (Foto: Reprodução de internet)

Ana Canhedo
06/02/2019
14:22
São Paulo (SP)

O peruano Christian Cueva chegou ao Brasil nesta quarta-feira para acertar os últimos detalhes de sua transferência ao Santos. O jogador de 27 anos pertence ao Krasnodar, da Rússia, e será repassado ao Peixe por 7 milhões de dólares (R$ 26 milhões), que serão pagos de maneira parcelada. 

O meio-campista passou por exames médicos nesta quarta-feira antes de assinar contrato com o Alvinegro em São Paulo. O anúncio, portanto, está muito perto de ser feito. 

- Hoje a tarde a gente confirma (a contratação de Cueva). É uma operação para pagar em três anos. Vamos desembolsar dinheiro só no ano que vem. Será 100% do Santos e não colocamos nenhum jogador de garantia - disse Peres, durante evento da Federação Paulista de Futebol, em declarações reproduzidas pelo Globoesporte. 

O São Paulo detém 10% dos direitos econômicos do jogador e, por isso, deve receber pouco mais de R$ 2,5 milhões pela negociação. O clube do Morumbi teve tempo para igualar a proposta feita pelo Santos e, assim, ficar com o jogador, mas não quis recontratá-lo. 

A contratação de Cueva foi um pedido do técnico Jorge Sampaoli. O peruano esteve próximo de ser comprado pelo Independiente, da Argentina, mas o Peixe conseguiu convencer o clube russo a negociar e o destino do jogador mudou de maneira repentina. 

O meia foi vendido pelo São Paulo ao futebol russo no meio do ano passado e, desde então, disputou 21 partidas, seis delas como titular, e não marcou gols. Ele será o quarto reforço do Santos em 2019. Antes dele já chegaram o goleiro Everson, o zagueiro colombiano Felipe Aguilar e o meia-atacante venezuelano Yeferson Soteldo. 

O Santos trabalha pela chegada do volante Jean Lucas, do Flamengo. O jogador deve ser repassado ao Alvinegro por empréstimo, sem valor de compra fixado em contrato, pelos próximos 11 meses. A negociação é uma compensação do Rubro-Negro pela compra de Bruno Henrique. 

Mas e o Comitê? 
A contratação de Cueva deve ser a primeira nos novos moldes do Comitê de Gestão, cuja regulamentação foi aprovada na última reunião do Conselho Deliberativo. Junto ao contrato do novo jogador, haverá a obrigatoriedade de anexar a ata da reunião com aprovação da transação pela maioria dos membros do colegiado. Contando com o presidente José Carlos Peres, são nove membros. Orlando Rollo pediu afastamento do cargo de vice-presidente. 

*Nota atualizada às 16h15.