Marinho

Marinho marcou o segundo gol do Peixe no empate em 2 a 2 contra o Vasco (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Fábio Lázaro
03/09/2020
01:05
Santos (SP)

Mesmo precisando fazer caixa para saldar dívidas e com o interesse do Al-Nasr, dos Emirados Árabes, pelo atacante Marinho, o técnico Cuca não é favorável a um possível negócio envolvendo o atacante.

A informação do desejo da equipe árabe pelo santista foi inicialmente publicada pelo “A Tribuna” e confirmada pelo LANCE!.

De falta, o camisa 11 marcou o segundo gol santista no empate em 2 a 2 contra o Vasco, nesta quarta-feira (02), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. Ele é o artilheiro santista na temporada de forma isolada, com sete gols.

– Marinho é muito importante, tem sido fundamental. Momento financeiro é difícil, não podemos contratar. Mas não podemos vender também. Enfraqueceríamos o time. Campeonato é duro, quarta e domingo. Vai ser assim até fevereiro, com Libertadores e Copa – disse o técnico em entrevista coletiva virtual após o duelo contra o cruz-maltino.

– Mesmo com proposta, não podemos vender – completou.

Contratado pelo Peixe em maio do ano passado, Marinho rapidamente caiu nas graças do torcedor santista. Em janeiro, o presidente santista José Carlos Peres disse ao blog do jornalista Jorge Nicola, no “Yahoo!” que só liberaria o atleta com o pagamento integral da multa rescisória que, segundo o mandatário santista, é de 15 milhões de euros (R$ 94,7 mi na cotação atual).