Santos x Atlético-MG - Cuca

Cuca encaminha a sua terceira pasagem como técnico do Santos (Foto: Flavio Hopp)

Fábio Lázaro
06/08/2020
05:40
Santos (SP)

Principal nome para assumir o Santos após a demissão de Jesualdo Ferreira na tarde desta quarta-feira (05), Cuca ganhou ainda mais força no Peixe nesta noite, quando os membros do Comitê de Gestão se reuniram para avaliar os nomes disponíveis entre os técnicos.


Clube e treinador iniciaram as tratativas ontem mesmo, e elas já estão avançadas. A diretoria do Alvinegro Praiano aguarda alinhar alguns detalhes do contrato com o empresário de Cuca, Eduardo Uram, para anunciar o treinador ainda nesta quinta-feira (06).

Desde o fim de semana, quando estudava o futuro de Jesualdo, a cúpula santista também já pensava no perfil de trabalho e possíveis nomes para substituir o português. O de Alexi Stival ganhou força pela acessibilidade, já que estava livre no mercado, o que facilitaria uma negociação rápida, e por conta do recente trabalho no Peixe, entre junho e dezembro de 2019, que faz com que ele entenda o momento do clube, tanto dentro, quanto fora de campo.

Minutos depois do desligamento de Jesualdo Ferreira, o presidente santista, José Carlos Peres, e o Diretor Técnico de Futebol, William Thomas, prepararam uma lista de nomes que se enquadram em perfil e realidade do clube para apresentar aos gestores, mas pouco foi discutido, pois já se entendia em consenso que Cuca era a prioridade.

Passagens anteriores

Caso se confirme a contratação de Cuca, será a terceira passagem do técnico pelo Santos. Na primeira, em 2008, foram 14 jogos, com três vitórias, quatro empates, sete derrotas e 38% de aproveitamento.

No trabalho mais recente, já na gestão atual, entre junho e dezembro de 2018, foram 27 jogos, 10 vitórias, nove empates, oito derrotas e 48,1% de aproveitamento. Porém, o time que foi pego na 15ª colocação do Campeonato Brasileiro, a um ponto da zona do rebaixamento, sendo entregue na 10ª posição, oito pontos longe da degola, chegando a brigar por uma vaga na Copa Libertadores na reta final da competição.

Cuca deixou o Peixe no fim daquela temporada, alegando problemas cardíacos, que fizeram com que ele fosse submetido a um procedimento cirúrgico no início de 2019. Quatro meses depois, assumiu o São Paulo, o seu último trabalho até aqui.

Desde quando deixou o Tricolor do Morumbi, em setembro do ano passado, o profissional está disponível no mercado.