Daniel Dias - Paralimpíadas de Tóquio

Daniel Dias é o maior medalhista paralímpico do Brasil (Foto: Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB)

LANCE!
24/08/2021
23:24
Tóquio (JAP)

Maior medalhista paralímpico do Brasil, Daniel Dias garantiu vaga na final dos 200m livre, classe S5, e vai em busca de mais um pódio, agora nas Paralimpíadas de Tóquio. Com tempo de 2m45s16, o nadador ficou com o terceiro melhor tempo geral. Outro destaque foi Gabriel Bandeira, que bateu recorde paralímpico. Veja os resultados dos brasileiros nas classificatórias da natação.

+ Quatro países renunciam participação nas Paralimpíadas de Tóquio

O primeiro a entrar nas piscinas foi Gabriel Santos, que ficou com o quarto melhor tempo dos 100m costas na categoria S2, se classificou para final. Logo depois, foi a vez de Gabriel Bandeira, que bateu o recorde paralímpico na prova classificatória de 100m borboleta da categoria S14, com tempo de 56s78.

+ Abertura das Paralímpiadas tem homenagens ao Afeganistão e incentivos aos deficientes físicos

Já os brasileiros da prova dos 50m, categoria SB3, Eric Tobera e Rinystony Cordeiro, não conseguiram avançar às finais, assim como Laila Suzigan, dos 50m S6 feminino. Nos 50m, categoria S9/S10 feminino, Mariana Ribeiro se classificou para a final com o quarto melhor tempo (28s41). Nos 100m borboleta S13 feminino, Maria Carolina Santiago foi às finais com o quinto melhor tempo (1m07s30).

Quem também se classificou para às finais foi Phelipe Rodrigues, dos 50m categoria S10, com o terceiro melhor tempo das classificatórias. Nos 100m borboleta classe S13 Douglas Matera garantiu caga na decisão com o sexto melhor tempo. Estephany Rodrigues ficou fora da decisão dos 200m livre na categoria S5. Caio Amorim e Gabriel Cristiano, dos 100m S8, não conseguiram vaga na final.

Classes da natação paralímpica:
S1 à S10 - atletas com limitações físico-motoras
S11 à S13 - atletas com deficiência visual
S14 - atletas com deficiência intelectual
*Quanto maior o grau de comprometimento, menor o número da classe