Palmeiras x Boca - Willian

Atacante foi substituído durante o segundo tempo do jogo dessa quarta-feira (EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM)

William Correia
01/11/2018
18:41
São Paulo (SP)

O problema muscular que tirou Willian de campo aos 17 minutos do segundo tempo do empate por 2 a 2 diante do Boca Juniors, no Allianz Parque, na noite essa quarta-feira, que eliminou o time da Libertadores, vai torná-lo desfalque do Palmeiras por até três semanas. Foi detectada uma pequena lesão na coxa esquerda do atacante.

O Palmeiras trabalha com a ideia de que, na pior das hipóteses, não poderá contar com o jogador nas quatro próximas rodadas do Campeonato Brasileiro (a equipe recebe o Santos, no sábado, e o Fluminense, no dia  14, e visita o Atlético-MG, no dia 11, e o Paraná, no dia 18). Assim, a expectativa é de que o camisa 29, no mínimo, esteja à disposição contra o América-MG, no dia 21, em São Paulo.

Willian é o jogador que mais entrou em campo pelo clube na temporada, disputando 63 das 70 partidas do Palmeiras em 2018. Nessa quarta-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em Borja no seu lugar. Diante do Santos, terá ainda Gustavo Scarpa ou até Guerra como alternativas no setor ofensivo também, já que Hyoran ainda não deve ter condições de jogar.

Hyoran, frequentemente escalado na ponta nos compromissos pelo Campeonato Brasileiro, sofreu pancada na perna direita e está em tratamento. Na tarde desta quinta-feira, quando a imprensa pôde ver só o aquecimento, o camisa 28 esteve no campo da Academia de Futebol apenas trabalhando sob o comando dos fisioterapeutas, o que o indica como provável desfalque.

Entre os lesionados, Marcos Rocha não apareceu no gramado, mas o seu diagnóstico é otimista. O lateral-direito está na quarta semana de tratamento de lesão na panturrilha direita e, como foi um problema grave, demoraria de quatro a seis semanas normalmente para ele iniciar a transição ao campo. Mas o jogador começou esse processo com três semanas e, nesta quinta-feira, ficou na parte interna do centro de treinamento para realizar um trabalho de fortalecimento muscular e acelerar o seu retorno.

Jean, por outro lado, aqueceu sem aparentar limitações ao lado dos colegas. O volante e lateral-direito, também escalado como ponta por Felipão no Brasileiro, se machucou na vitória sobre o Ceará, no último dia 21, quando precisou ser substituído. Segundo o técnico, Jean não atuou contra o Flamengo, no último sábado, porque corria o risco de ampliar sua lesão. Por isso, existe a expectativa de ele aparecer como opção no clássico contra o Santos.

Outras ausências já esperadas no aquecimento foram os titulares no empate diante do Boca Juniors. Como se previa, eles ficaram nas dependências internas da Academia de Futebol realizando exercícios de recuperação física. Existe o planejamento de que, ao menos, a maioria deles tenha condições físicas de iniciar a partida deste sábado.

Líder do Campeonato Brasileiro com 63 pontos, quatro acima do Flamengo, segundo colocado, o Palmeiras recebe o Santos às 19h deste sábado, no Allianz Parque. Faltam sete rodadas na competição que restou para o clube terminar a temporada com um título.