Felipão pode chegar a cinco jogos seguidos sem levar gol pela primeira vez na temporada

Felipão está há cinco jogos sem vencer: saiu atrás no placar em todos e não virou (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
29/07/2019
08:00
São Paulo (SP)

Em meio a tantas marcas positivas em um ano desta passagem de Luiz Felipe Scolari, um ponto negativo que era minimizado vem à tona na atual má fase: o Palmeiras não vira nenhum jogo com o técnico. Em 70 partidas sob o seu comando, a equipe começou atrás no placar em 15, que representam 21,4%, e acabou com oito empates e sete derrotas neles.

A última virada do clube foi ainda com Roger Machado no banco, na vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, em 2 de junho de 2018, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. No último sábado, ao levar gol do Vasco com menos de três minutos de partida e conseguir somente o 1 a 1, o Verdão completou exatos 420 dias sem virar uma partida.

Esse aspecto afeta diretamente a atual fase do time, que saiu atrás no placar nos últimos cinco jogos, com duas derrotas e três empates. A sequência causou a eliminação diante do Inter, nas quartas de final da Copa do Brasil, e a perda da liderança do Campeonato Brasileiro. Na Libertadores, a equipe recebe o Godoy Cruz nesta terça-feira, no Allianz Parque, e pode passar até com 0 a 0 ou 1 a 1, já que a ida ficou 2 a 2 na Argentina e gol fora é critério de desempate.

Por outro lado, a única virada sofrida pelo Palmeiras de Felipão foi na derrota por 2 a 1 para o Guarani, em amistoso disputado no último dia 3, em Campinas. E a equipe cedeu o empate somente nove vezes depois de abrir o placar. O que só expõe o aspecto de que as partidas do Verdão de Scolari dificilmente mudam de panorama, para o lado positivo ou negativo.

O LANCE! relembra abaixo as 15 vezes em que a equipe precisou da virada, mas não conseguiu, com Felipão no comando - não entra na conta o empate por 1 a 1 diante do Bahia, em Salvador, no Campeonato Brasileiro do ano passado, quando o técnico cumpriu suspensão e o auxiliar Paulo Turra ficou no banco:

30/8/2018 - Palmeiras 0 x 1 Cerro Porteño - Libertadores

Palmeiras x Cerro
Felipe Melo foi expulso e o time perdeu a primeira com Felipão (AFP)

O time nem tinha sofrido gol nos primeiros sete jogos com Scolari e jogava com a vantagem de ter vencido a ida das oitavas de final da Libertadores, no Paraguai, por 2 a 0. Mas, no Allianz Parque, Felipe Melo foi expulso por entrada dura aos três minutos de partida e o Palmeiras levou gol no começo do segundo tempo. A derrota por 1 a 0, a primeira desta passagem de Felipão, ainda teve Deyverson recebendo cartão vermelho no fim, mas não eliminou o clube da competição continental.

12/9/2018 - Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro - Copa do Brasil

Palmeiras x Cruzeiro
Barcos marcou gol no início do jogo (Maurício Rummens/Fotoarena)

Com cinco minutos de jogo, um rápido contra-ataque do Cruzeiro culminou no gol de Barcos, na ida das semifinais da Copa do Brasil. O Palmeiras passou a partida toda, no Allianz Parque, pressionando e até chegou empatar, em gol anulado de Antônio Carlos pela marcação de uma polêmica falta no goleiro Fábio. Segunda derrota com Felipão.

26/9/2018 - Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras - Copa do Brasil

Cruzeiro x Palmeiras
Barcos, de novo, fez o Palmeiras sair atrás no placar (Fernando Michel)

Neste caso, não conseguir a virada gerou a eliminação da Copa do Brasil. Como na ida das semifinais, no Allianz Parque, Barcos colocou o Cruzeiro na frente, aos 27 minutos do primeiro tempo, complicando a missão palmeirense, que já tinha de reverter a derrota por 1 a 0 em casa. Aos cinco minutos do segundo tempo no Mineirão, Felipe Melo igualou. Insuficiente para seguir no torneio.

24/10/2018 - Boca Juniors 2 x 0 Palmeiras - Libertadores

Boca x Palmeiras
Benedetto marcou dois gols sobre o Palmeiras na Bombonera (AFP)

Provavelmente, a derrota mais doída da atual era Felipão. Pela ida das semifinais da Libertadores, o Palmeiras parecia controlar o Boca Juniors na Bombonera e segurava um 0 a 0 vantajoso. Até que Darío Benedetto saiu do banco para mudar a partida, fazendo dois gols, aos 38 e aos 43 minutos do segundo tempo. Nem havia mais tempo ou forças para o Verdão mudar o placar de 2 a 0 a favor do time da Argentina, em Buenos Aires.

31/10/2018 - Palmeiras 2 x 2 Boca Juniors - Libertadores

Palmeiras x Boca
Ábila abriu o placar e complicou de vez para o Verdão no Allianz (AFP)

Pela primeira vez com Scolari, o Palmeiras até conseguiu uma virada, mas não a manteve. Era necessário reverter a derrota por 2 a 0 e Bruno Henrique chegou a abrir o placar, mas toda a euforia no Allianz Parque se desfez com a anulação com auxílio do árbitro de vídeo. Para piorar, Ábila fez 1 a 0 para o Boca Juniors, aos 18 minutos. No segundo tempo, com gols de Luan e Gustavo Gómez, de pênalti, o Verdão chegou a ficar à frente, só que Benedetto deixou tudo igual, classificando a equipe argentina para a final da Libertadores.

11/11/2018 - Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

Atlético-MG x Palmeiras - Elias
Elias colocou o Atlético-MG na frente (Gustavo Rabelo/Photopress)

Na reta final do Campeonato Brasileiro, ainda perseguido de perto por concorrentes na liderança, o Palmeiras visitou o Atlético-MG e teve uma dura partida no Independência. Elias colocou o time mandante na frente, em Belo Horizonte, aos 19 minutos do segundo tempo. Treze minutos depois, Bruno Henrique converteu pênalti que evitou a derrota.

18/11/2018 - Paraná 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

Parana x Palmeiras
Time de Dudu saiu atrás contra time rebaixado (Reprodução/Premiere)

Contra um time já rebaixado, com Londrina cheia de palmeirenses e na contagem regressiva para confirmar o título brasileiro, o Verdão não só saiu atrás no placar como não alcançou a virada. Em partida atrapalhada por um temporal com ventania, o Paraná fez 1 a 0 com Keslley, aos 35 minutos do primeiro tempo. A derrota foi evitada graças a pênalti convertido por Gustavo Scarpa, aos nove da etapa final. Ao menos, o clube estabeleceu nesta partida um novo recorde de invencibilidade no Campeonato Brasileiro disputado por pontos corridos: 20 jogos, que chegariam a 33 somando com a edição de 2019.

2/2/2019 - Palmeiras 0 x 1 Corinthians - Paulista

Palmeiras x Corinthians PAULISTA 2019
Danilo Avelar marcou o único gol do Dérbi (Marco Galvão/Fotoarena)

O Dérbi foi a primeira vez nesta temporada em que o Palmeiras saiu atrás no placar. E acabou perdendo o clássico. Danilo Avelar aproveitou rebote aos oito minutos do primeiro tempo e definiu a vitória por 1 a 0 do Corinthians, no Allianz Parque. O Verdão de Scolari cruzou diversas vezes na área do arquirrival e ganhou a maioria das disputas pelo alto, mas não conseguiu cabecear nenhuma bola na direção certa. Amargou a derrota.

23/3/2019 - Novorizontino 1 x 1 Palmeiras - Paulista

Novorizontino x Palmeiras
Novorizontino fez primeiro em casa (Fernando Calzzani/Photopress)

Antes de golear por 5 a 0 no Pacaembu, o Palmeiras teve trabalho com o Novorizontino. O time saiu perdendo no interior a partida de ida das quartas de final do Paulista, graças a gol de Cléo Silva. Murilo Henrique até teve a chance de fazer 2 a 0, mas Fernando Prass pegou o pênalti. Arthur Cabral, já no segundo tempo, evitou a derrota e marcou na sua estreia pelo Verdão.

2/4/2019 - San Lorenzo (ARG) 1 x 0 Palmeiras - Libertadores

San Lorenzo x Palmeiras
San Lorenzo fez 1 a 0 e ganhou na Argentina (ALEJANDRO PAGNI/AFP)

O Palmeiras perdeu os 100% de aproveitamento na Libertadores ao cair para o San Lorenzo (ARG) por 1 a 0. O time poderia abrir uma boa vantagem na ponta da chave, mas acabou perdendo a primeira posição para o clube argentino, que fez o gol da vitória com Herrera, no início do segundo tempo. A melhor chance alviverde foi ainda no primeiro tempo, quando Moisés mandou uma bicicleta no travessão. O San Lorenzo, porém, perdeu nas duas últimas rodadas do grupo, inclusive para o Verdão, no Allianz Parque, e o time e Felipão ficou não só com a liderança, mas estabeleceu a melhor campanha geral.

13/7/2019 - São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

São Paulo x Palmeiras
Pablo abriu placar para São Paulo no Choque-Rei (Marcello Zambrana)

No primeiro jogo na atual sequência sem vitória, Pablo abriu o placar com dez minutos de partida no Morumbi, em um primeiro tempo no qual o São Paulo dominou amplamente. O clássico se equilibrou depois do intervalo, mas, ainda assim, o Palmeiras precisou de defesas importantes de Weverton e contou com desvio em Reinaldo, trave e Tiago Volpi para empatar com Dudu.

17/7/2019 - Inter (5) 1 x 0 (4) Palmeiras - Copa do Brasil

Internacional x Palmeiras
Patrick marcou gol aos 41 do 1º tempo (Ricardo Duarte/Internacional)

Após vencer a ida por 1 a 0, no Allianz Parque, o Palmeiras precisava empatar no Beira-Rio para seguir na Copa do Brasil, mas não jogou o suficiente nem para isso. O Inter abriu o placar com Patrick, aos 41 minutos do primeiro tempo (encerrando um período de 1200 minutos seguidos sem o Verdão levar gol com Gómez e Luan atuando juntos), e ainda teve um gol anulado nos acréscimos, com polêmica, que poderia definir a vaga já no tempo normal. A decisão foi para os pênaltis, e só Patrick errou em sua cobrança para o Colorado, com Gómez e Moisés falhando na eliminação do Palmeiras nas quartas de final.

20/7/2019 - Ceará 2 x 0 Palmeiras - Brasileiro

Ceará x Palmeiras
Mateus Gonçalves abriu o placar no Ceará (LC Moreira/Lancepress!)

Uma invencibilidade de 33 rodadas no Campeonato Brasileiro se encerrou em Fortaleza, e com Felipão surpreendendo ao escalar os titulares. O Palmeiras teve alguns minutos jogando bem no começo, mas logo se perdeu em outra atuação pouco inspirada, saiu atrás sofrendo gol de Mateus Gonçalves, aos 32 minutos do primeiro tempo, e teve o resultado definido em belo chute de Leandro Carvalho, aos 27 da etapa final.

23/7/2019 - Godoy Cruz 2 x 2 Palmeiras - Libertadores

Godoy x Palmeiras - Santiago García
Morro García abriu 2 a 0 para o Godoy Cruz (Divulgação/Godoy Cruz)

O primeiro tempo da ida das oitavas de final da Libertadores, em Mendoza, na Argentina, teve uma das piores atuações do Palmeiras. Desorganizado, principalmente na defesa, o time levou dois gols de Morro García, aos seis e aos 29, e, cinco minutos após Felipe Melo descontar, Weverton ainda defendeu pênalti cobrado pelo centroavante do Godoy Cruz. O desempenho melhorou no segundo tempo e veio o empate com belo gol de Borja.

27/7/2019 - Palmeiras 1 x 1 Vasco - Brasileiro

Palmeiras x Vasco
Marrony quebrou marca do time no Allianz (Carlos Gregório Jr/Vasco)

Felipão escalou reservas, de olho no jogo contra o Godoy Cruz, pela Libertadores, três dias depois. E Marrony precisou de menos de três minutos de jogo para encerrar uma sequência de 11 partidas do Palmeiras sem sofrer gol no Allianz Parque. Mesmo sem inspiração, o Verdão se aproveitou da retranca carioca para ficar no campo adversário e empatar com pênalti convertido por Gustavo Scarpa, ainda aos 15 do primeiro tempo. Mas ainda não ocorreu a primeira virada com Scolari, e a liderança do Campeonato Brasileiro na 12ª rodada acabou sendo perdida para o Santos.