LANCE!
26/01/2021
20:56
São Paulo (SP)

Em partida atrasada da primeira rodada do Brasileirão, Palmeiras e Vasco empataram por 1 a 1, no Allianz Parque, na noite desta terça-feira (26). Com o resultado, o Verdão chegou aos 52 pontos e está em quinto lugar. Já o Cruzmaltino subiu para a 14ª colocação, com 36 pontos, e abriu quatro de diferença da zona do rebaixamento.

Partida começou devagar, mas melhorou a partir da metade do primeiro tempo

Com o time inteiro reserva, Abel Ferreira montou a equipe já pensando na final da Libertadores que acontece no próximo sábado (30), contra o Santos, e assim mandou muitos garotos a campo. Desde o início do jogo, foi possível observar a falta de entrosamento entre os atletas, pois as jogadas ficavam muito no campo de defesa e a única alternativa encontrada foi fazer a ligação direta com os atacantes.

O Palmeiras ofereceu muito perigo para a defesa vascaína nas bolas paradas, tirando proveito da estatura maior dos jogadores do Alviverde. Após bom cruzamento, Felipe Melo perdeu um gol quase na pequena área, desperdiçando chance clara ao chutar por cima. Com o passar do primeiro tempo, os mandantes foram entregando mais a bola para o Vasco e apostando nos contra-ataques, mudando o ritmo da partida.

Apesar de o Vasco estar em melhor momento na partida, quem abriu o placar foi o Palmeiras. Em um veloz contra-ataque após roubada de bola e boa enfiada de Scarpa para Breno Lopes, a jovem revelação saiu na cara do gol e acertou o canto baixo de Fernando Miguel, anotando o seu primeiro gol pelo Verdão. O equilíbrio foi tamanho na primeira etapa que, apenas quatro minutos depois, Benítez acertou bela cobrança de falta no ângulo direito de Weverton para empatar o jogo e levar assim o placar para o intervalo.

Palmeiras x Vasco
Partida terminou empatada (Foto: RENATO GIZZI/Photo Premium)

Segundo tempo frio e sem grandes emoções

O segundo tempo não começou como terminou o primeiro e o jogo passou a ter as duas equipes arriscando pouco em busca da vantagem no placar. O Vasco tentou algo de diferente no início da etapa final, porém a forte marcação palmeirense anulou bem Talles Magno, obrigando o jogo a se concentrar no lado em que estava Pikachu e facilitando a vida da defesa mandante.

Com as mudanças de Luxemburgo, o Vasco passou a pressionar mais a saída de bola e dificultou a construção de jogadas do Palmeiras. No entanto, o ataque seguia sem funcionar, pois Benítez também era bem marcado pelos zagueiros. Gabriel Pec passou a ser o principal alvo do ataque e achou bons cruzamentos pela esquerda, entretanto Cano estava sempre bem marcado por dois ou mais zagueiros e o resultado era a bola com o Palmeiras.

Abel Ferreira até tentou colocar Gabriel Veron e mais alguns garotos da base para dar mais velocidade nos contra-ataques e buscar algum espaço na defesa do Vasco, porém a joia alviverde não teve muitas oportunidades e até buscou os seus companheiros de ataque, mas a defesa visitante estava bem postada.

Gabriel Pec foi o jogador que mais tentou algo diferente e criou as melhores oportunidades do segundo tempo, mas não foi o bastante para balançar as redes e compensar uma segunda metade de jogo bem abaixo das duas equipes.

O Palmeiras volta agora suas atenções para a final da Libertadores, quando tentará seu segundo título do torneio na história. No sábado, a equipe define a competição contra o Santos, às 17h, no Maracanã. Já o Vasco enfrenta o Bahia, em São Januário, no domingo (31), em confronto direto na parte de baixo do Campeonato Brasileiro, pela 33ª rodada.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 1 VASCO
Local:
Allianz Parque (SP)
Data-Hora: 26/01/2021 – 20h
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Público/renda: PORTÕES FECHADOS
Cartões amarelos: Kuscevic (PAL) e Benítez (VAS)
Cartões vermelhos:-
Gols: Breno Lopes (31’/1ºT - 1-0) e Benítez (35'/1ºT - 1-1)

PALMEIRAS: Jaílson; Mayke , Kuscevic, Alan Empereur e Renan; Felipe Melo (Patrick de Paula, 12'/2ºT) e Gustavo Scarpa; Breno Lopes (Gabriel Veron, 30'/2ºT), Lucas Lima (Vanderlan, 12'/2ºT) e Lucas Esteves; Gabriel Silva (Fabrício, 19'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira

VASCO: Fernando Miguel; Léo Matos (Cayo Tenório, 32'/2ºT), Marcelo Alves, Ricardo Graça e Henrique; Bruno Gomes e Leo Gil (Andrey, 32'/2ºT); Yago Pikachu (Carlinhos, 17'/2ºT), Benítez (Vinícius, 25'/2ºT) e Talles Magno (Gabriel Pec, 17'/2ºT); Germán Cano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo