LANCE!
28/04/2022
01:09
São Paulo (SP)

Aproximadamente um dia depois de ato racista na Neo Química Arena, na vitória do Corinthians sobre o Boca Juniors, pela Libertadores, a competição continental teve mais um caso lamentável desse tipo partindo de um torcedor do Emelec para os torcedores do Palmeiras, nesta quarta-feira, no Equador.

GALERIA
> Palmeiras tem 14 jogadores com mais de 100 jogos pelo clube no elenco

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

O caso de injúria racial aconteceu no Estádio George Capwell, em Guayquil, durante a vitória por 3 a 1 do Verdão sobre a equipe da casa. O registro foi compartilhado pelo perfil "Herança da história", ligado à Mancha Verde, principal organizada do clube. No vídeo, um torcedor do Emelec aparece chamando os brasileiros de "Macaco! Macaco! Vocês são todos macacos".

Até o fechamento desta reportagem, o cidadão que protagoniza o lamentável vídeo não foi identificado. Tanto o Emelec quanto a Conmebol ainda não se manifestaram sobre o acontecimento. O Palmeiras, porém, disse o seguinte:

"A Sociedade Esportiva Palmeiras se solidariza com os seus torcedores que foram vítimas de ofensas racistas durante o jogo disputado nesta quarta-feira em Guayaquil, no Equador.

É inaceitável que no ambiente do futebol ainda tenhamos de conviver com manifestações tão rasteiras. Lamentamos profundamente esse episódio e esperamos que as autoridades competentes tomem as devidas providências para que cenas assim não mais se repitam. Basta!"


Na última terça-feira, na Neo Química Arena, um torcedor do Boca Juniors imitou um macaco para a torcida do Corinthians, foi filmado e imediatamente identificado. Apesar de ter sido detido, pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado para voltar para a Argentina e ironizou o acontecido ao chegar em seu país.

Racismo Emelec palmeiras
Torcedor faz gesto racista (Foto: Reprodução/Twitter Herança da História)