Perna Machucada do Scarpa - Palmeiras

Meia do Palmeiras mostrou como ficou sua perna depois da partida (Foto: Reprodução/Instagram Scarpa)

LANCE!
28/04/2022
00:45
São Paulo (SP)

O Palmeiras poderia ter tido uma vida mais tranquila na vitória por 3 a 1 sobre o Emelec-EQU, pela Libertadores. Apesar do resultado positivo, o time perdeu muitos gols e se complicou na segunda etapa. A batalha acabou deixando marcas nos jogadores, como em Gustavo Scarpa, que compartilhou nos stories de seu Instagram a imagem de como ficou sua perna após uma entrada.

GALERIA
> Palmeiras tem 14 jogadores com mais de 100 jogos pelo clube no elenco

TABELA
> Veja classificação e simulador do Libertadores-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Por volta dos 35 minutos do segundo tempo, o meia conseguiu arrancar para o campo de ataque, mas foi parado com uma falta dura do volante Arroyo, da equipe equatoriana, quando a bola já não estava mais em disputa. 

Nas imagens, foi possível ver que o meio-campista adversário deu uma entrada na panturrilha de Scarpa. O lance foi tão duro, que o palmeirense, que não é de briga, levantou automaticamente muito irritado e deu um empurrão em Arroyo, que levou amarelo. A reação acabou gerando cartão para o brasileiro.

Depois do jogo, via stories do Instagram, Scarpa brincou com a situação e compartilhou o lance da falta com as legendas "scarpinha tá peace now" (scarpinha está em paz agora) e "easy scarpinha, easy" (calma scarpinha, calma). Na última foto da série, ele mostrou a imagem de sua panturrilha com as marcas da chuteira do adversário (como pode ser visto no topo do texto).

O Palmeiras conquistou sua terceira vitória em três jogos na fase de grupos da Copa Libertadores, mantendo 100% de aproveitamento até aqui, com 15 gols marcados e dois sofridos. No próximo sábado, pela terceira fase da Copa do Brasil, o Alviverde recebe a Juazeirense, na Arena Barueri, às 21h. Pelo torneio continental, a próxima parada é na terça-feira, diante do Independiente Petrolero-BOL, fora de casa, na altitude de Sucre, a 2.810m do nível do mar.