Lucas Lima Palmeiras

Presente na última Copa América, Lucas Lima crê que Brasil pode ganhar neste ano (Cesar Greco/Agência Palmeiras)

William Correia
27/06/2019
17:28
São Paulo (SP)

"Não ter nenhum jogador do atual campeão brasileiro, há 32 jogos sem perder no Brasileirão, com o melhor ataque, a melhor defesa, tanto no Brasileiro como na Libertadores e na Copa do Brasil? Tem alguma coisa errada. Ou não entendo b... nenhuma de futebol ou existe um clubismo muito grande lá dentro." A forte crítica de Felipe Melo à Seleção Brasileira tem eco no Palmeiras. Lucas Lima concorda com a surpresa por não ver nenhum jogador do clube no time que representa o país na Copa América, embora o meia diga compreender Tite.

- Vi a entrevista dele (Felipe Melo). Achei até engraçada a forma que ele se expressa. E tenho de concordar, pelo ano passado e pelo que temos feito neste ano. Mas também entendo a decisão do professor Tite - disse o camisa 20, presente na última Copa América, em 2016, quando o Brasil foi eliminado na primeira fase e Dunga acabou trocado pelo atual técnico da Seleção.

- Ele sabe o que é melhor, tem suas convicções e escolhas. Cabe a nós trabalhar, focados no clube, como todos aqui estão, e nos nossos objetivos. Essas coisas ficam para trás - prosseguiu Lucas Lima, que chegou a aparecer nas primeiras listas de Tite e sonhar com vaga na Copa do Mundo de 2018.

O incômodo com Tite tem aparecido frequentemente no Palmeiras. A maior contestação é a ausência de Dudu, eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro do ano passado nos principais prêmios e destaque do Verdão desde que foi contratado, em 2015. O atacante, inclusive, revelou ao LANCE! que já tinha se programado para passar os primeiros dias de Copa América em um resort no Nordeste, já que pouco tinha esperança de ser convocado.

A crítica mais forte veio de Felipe Melo em evento promovido pela Adidas no domingo. Titular da Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo de 2010, o volante admitiu até que tem evitado assistir às partidas do time de Tite na atual Copa América porque não deseja torcer contra. Lucas Lima, ao menos, não chega a esse ponto.

- Acompanho (as partidas da Seleção), sim. Tenho torcido bastante. Com certeza, vão brigar bastante para o Brasil ser campeão - apontou o meio-campista, que deve acompanhar da Academia de Futebol, nesta quarta-feira, o jogo entre a Seleção de Tite e o Paraguai de Gustavo Gómez pelas quartas de final da Copa América, em Porto Alegre (RS), já que o elenco do Palmeiras está concentrado desde terça-feira e ficará até a manhã de sábado.