Logo Lance! Betting

Próximo do Palmeiras, Richard Ríos não seria o substituto para Danilo

Com característica mais ofensiva, colombiano atuaria como segundo volante e preencheria lacuna deixada pelo contundido Atuesta<br>

Richard Ríos - Guarani
Richard Ríos fez o gol da vitória do Guarani sobre o São Bento (Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC)

Escrito por

O Palmeiras está próximo da contratação do volante Richard Ríos, do Guarani. Ainda assim, ele não é a opção ideal para substituir Danilo, vendido para o Nottingham Forest, da Inglaterra, em janeiro, às vésperas da estreia palmeirense no Campeonato Paulista.

Por característica, o colombiano chegaria mais para suprir a lacuna deixada por Atuesta, que no início deste mês rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e ficará, pelo menos, seis meses afastado dos gramados.

+ Qual o time de coração de Cléber Machado? Veja a preferência de nomes do jornalismo esportivo

No Bugre, Ríos atuou como segundo e terceiro homem do meio-campo. Raras foram as vezes que o atleta jogou como primeiro volante. E quando isso aconteceu, a circunstância pedia um time muito ofensivo, em busca do resultado.

Inclusive, ele se mostrou deficiente na marcação e um pouco atrapalhado nas chegadas mais fortes durante a Série B do ano passado. Esse excesso de vontade resultou em duas expulsões do jogador do time campineiro, durante a temporada passada.

+ O Palmeiras vai contratar? Confira no mercado da bola do LANCE!

Por outro lado, Richard é um meio-campista que se destaca com a bola no pé. Com a camisa bugrina, ele mostrou ter um bom controle, ótimo passe e boa chegada na área. O que resultou em três gols e uma assistência, em 20 jogos.

Antes de jogar pelo Guarani, Ríos defendeu o Flamengo, tanto nas categorias de base, quanto no time profissional em algumas ocasiões. Ele chamou a atenção do Rubro-Negro após se destacar na seleção colombiana de futsal.

Richard Ríos - Flamengo
Richard Ríos enfrentando o Palmeiras quando jogava pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Em 2022, o meio-campista foi emprestado ao Mazatlán, do México, e teve o contrato estendido até 2023. Porém, no clube mexicano sofreu uma grave lesão no joelho, que o deixou quase um ano afastado. Quando voltou ao Fla, não fez parte dos planos do então treinador Paulo Sousa e rescindiu amigavelmente o seu vínculo com o Mengo, que manteve 25% dos direitos econômicos do profissional. Livre de contrato, o jogador foi para o Guarani.

+ Palmerias e Água Santa disputam as finais do Paulistão! Simule como serão os resultados

E O PRIMEIRO VOLANTE?

Mesmo com a contratação de Richard Ríos próxima, o Palmeiras segue no mercado por um volante de contenção. O principal objetivo segue sendo Allan, do Atlético-MG, mas a negociação pelo jogador esfriou há cerca de uma semana.

O Verdão estava bem alinhado com o empresário do atleta, Giuliano Bertolucci, e apostava no convencimento ao jogador e ao grupo administrativo atleticano, já que a oferta inicial acenada pelos palmeirenses foi de 9 milhões de euros (R$ 51,6 mi, na cotação atual), com possibilidade de chegar até a 11 milhões (R$ 63 mi, na cotação atual). Porém, o Galo ofereceu renovar o contrato do volante, aumentando o salário dele, o que dificultou a saída do jogador da equipe mineira.

Diretor executivo de futebol do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, sempre foi contrário em negociar Allan com um clube visto como adversário direto nas principais pretensões do Galo na temporada: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e, principalmente, Libertadores. O técnico Eduardo Coudet também defendeu a permanência do meio-campista.

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter