Torcedores do Palmeiras xingaram a Rede Globo durante partida exibida na TNT

Torcida do Palmeiras durante partida do Campeonato Brasileiro (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)

LANCE!
11/05/2019
20:00
São Paulo (SP)

O Procon de Minas Gerais notificou cinco operadoras que vendem pacotes de pay-per-view do Campeonato Brasileiro. O órgão pede informações sobre o fato de algumas partidas da competição não estarem na grade de programação, como é o caso do duelo entre Atlético-MG e Palmeiras, que vale a liderança do Nacional neste domingo, às 16h, no Mineirão.

As empresas Claro S.A, Sky Brasil, Vivo, Grupo Oi e TIm Brasil têm o prazo de 10 dias úteis para que prestem informações sobre as condições contratuais em caso de limitação de exibição dos jogos ao vivo.

O objetivo é verificar se há descumprimento de contrato, já que Palmeiras e Athletico Paranaense não assinaram contrato com a Rede Globo. Por esta razão, alguns jogos não serão transmitidos nos pacotes por assinatura.

Há duas semanas, o Procon-SP divulgou uma nota em que dizia que "de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, as empresas devem reduzir o valor de forma proporcional aos jogos não transmitidos".

O Palmeiras acertou com a Turner, grupo do Esporte Interativo e que detém a TNT, canal que transmitirá as partidas do time contra outras equipes parceiras do grupo. O Verdão anunciou o acordo em dezembro de 2016, com validade para jogos do clube pelo Campeonato Brasileiro entre 2019 e 2024. Desde então, as negociações com a Globo se arrastaram sem nenhum desfecho positivo.