Gabriel Rodrigues
10/03/2020
23:35
São Paulo (SP)

O Palmeiras contou com um Luiz Adriano inspirado para fazer 3 a 1 no Guaraní-PAR, nesta terça-feira, no Allianz Parque, pela Copa Libertadores. Depois de um primeiro tempo ruim, o camisa 10 do Verdão apareceu depois do intervalo e marcou os três gols da equipe na partida. Com a vitória, o Palmeiras manteve o 100% e chegou a seis pontos na competição continental.

Na quarta-feira da próxima semana, às 21h30, o Palmeiras encara o Bolívar, fora de casa, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. Antes disso, o Verdão entra em campo contra a Inter de Limeira, no sábado, pelo Paulista.

TABELA
> Confira como ficou a classificação da Copa Libertadores

Ficou devendo
O começo de partida no Allianz Parque até deu a ideia de que o Palmeiras seria avassalador contra o Guaraní. Mas ficou só na impressão mesmo. Mas acabou que bate-rebate com dois minutos de jogo, quando Willian finalizou e Dudu e Bruno Henrique tentaram mandar para o gol em meio a confusão na área, foi o único lance mais perigoso do Palmeiras nos primeiros 45 minutos. 

O Guaraní se fechou bem, Dudu teve dificuldades na criação, e o Palmeiras pouco conseguiu produzir antes do intervalo.

Camisa 10 decide
Uma das estratégias utilizadas pelo Guaraní para tentar controlar o jogo foram as faltas. Mas o Palmeiras se aproveitou de uma dessas infrações para abrir o placar logo aos 7 do segundo tempo. Após falta em Rony, o próprio atacante cobrou rápido e tocou para Dudu. O camisa 7 deu um belo toque de cavadinha para Luiz Adriano finalizar dividido com a marcação e mandar para as redes.

O segundo gol de Luiz Adriano também surgiu em uma troca de passes na entrada da área. Bruno Henrique apareceu no ataque e tocou para Rony, que deu um lindo passe para o camisa 10 finalizar cruzado na saída do goleiro Servio.

Levou a bola para casa!
​As mudanças de Luxemburgo, que colocou Zé Rafael e Patrick de Paula, melhoraram o time do Palmeiras durante a segunda etapa. E, assim, o Verdão conseguiu chegar ao seu terceiro gol. E, de novo, com Luiz Adriano. Aos 36, Patrick de Paula lançou Dudu na linha de fundo, e o atacante cruzou rasteiro para o camisa 10 escorar só para as redes, marcando o seu terceiro no jogo e o quarto na Libertadores. Ainda deu tempo para Guaraní descontar com Bobadilla, em vacilo da defesa que deixou o atacante livre. Mas nada que diminuísse a festa de Luiz Adriano, do Palmeiras, e da torcida alviverde.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 1 GUARANÍ-PAR


Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 10/3/2020 - 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI) - Nota LANCE!: 5,5 - Parou demais o jogo, principalmente no primeiro tempo.
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Público/Renda: 28.267 presentes/R$ 1.900.019,84
Gramado: Bom.
Cartão amarelo: Gustavo Gómez, Marcos Rocha (PAL), Báez, Merlini, Edgar Benítez, Rodrigo Fernández, Morel (GUA)
Cartão vermelho: -

GOLS: Luiz Adriano, 7'/2ºT (1-0), Luiz Adriano, 27'/2ºT (2-0), Luiz Adriano, 36'/2ºT (3-0), Bobadilla, 42'/2ºT (3-1)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez (Vitor Hugo, 36'/2ºT) e Viña; Ramires (Patrick de Paula, 18'/2ºT), Bruno Henrique e Dudu; Willian (Zé Rafael, 31'/2ºT), Rony e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GUARANÍ-PAR: Servio; Dávalos, Romaña, Báez e Guillermo Benítez; Ángel Benítez, Morel (Barrientos, 19'/2ºT), Rodney Redes e Rodrigo Fernández e Edgar Benítez (Merlini, 15'/2ºT); Raúl Bobadilla. Técnico: Gustavo Costas.