Rafael Marques comemora um de seus nove gols no Allianz Parque
Relembre gols de Rafael Marques com a camisa do Verdão
Fellipe Lucena e Thiago Ferri
10/12/2015
08:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras entregou no início da semana uma proposta para renovar com Rafael Marques por mais três anos. A oferta do clube não está distante da pedida do atleta, mas é só mais um passo para definir a permanência. Agora o Verdão tratará com o Henan Jianye (CHN), time com o qual o camisa 19 tem contrato, para comprar seus direitos.

No acordo de empréstimo do início da temporada, o acertado era que o Palmeiras teria a preferência da compra do vínculo de Rafael em dezembro, por 1,5 milhão de dólares (cerca de R$ 5,6 milhões). Não está descartado que o clube tente fazer uma proposta menor, apenas por parte do atacante.

"Queremos que ele (Rafael Marques) fique. Estamos fazendo todo o esforço, é um grande atleta e um grande homem. A tendência é que ele fique aqui por mais alguns anos", disse Alexandre Mattos

Vice-artilheiro da temporada com 15 gols, o jogador já disse que não quer voltar ao Henan (ele ainda tem mais um ano de contrato) e que seu desejo é disputar a Libertadores pelo Palmeiras. A diretoria, antes mais pessimista quanto à permanência por considerar a cláusula de compra muito alta, se mostrou mais disposta a mantê-lo após o título da Copa do Brasil.

Entre os jogadores, é grande o desejo pela renovação. Durante a festa no vestiário do Allianz Parque após a vitória sobre o Santos na quarta passada, o diretor de futebol Alexandre Mattos discursava quando o elenco o interrompeu para puxar o grito: “Fica, Rafael!”. Em entrevistas concedidas nesta semana, o homem forte do futebol alviverde disse que a negociação tem avançado, mas depende dos chineses para ser sacramentada.

Máscara Ricardo Oliveira
Rafael Marques zomba de Ricardo Oliveira (Foto: Reprodução/Twitter)

O ANO DE RAFAEL MARQUES

Rei dos Clássicos
Marcou cinco gols em clássicos no ano: três em cima do São Paulo e dois no Corinthians. Passou em branco nos jogos contra o Santos, e ainda errou pênaltis nas duas decisões disputadas contra o Peixe.

Na história
O atacante é o primeiro jogador a marcar pelo Palmeiras tanto no Palestra Itália quanto no Allianz Parque. Com os nove gols feitos em casa no ano, é o artilheiro da arena alviverde.

Destaque e banco
Melhor jogador do primeiro semestre, caiu de rendimento na segunda metade e perdeu a vaga para Gabriel Jesus. Ainda assim, era o 12 titular de Marcelo Oliveira e acabou o ano com 15 gols, só atrás de Dudu.