Vinícius Faustini
01/05/2019
18:12
Maceió (AL)

O gosto de "histórico" do duelo desta quarta-feira, no Rei Pelé, não se estendeu aos torcedores do Palmeiras. Após um início promissor, no qual abriu o placar com Raphael Veiga, o Verdão (com uma equipe mista) não conseguiu manter seu bom ritmo e cedeu o empate por 1 a 1 ao CSA, em vacilo defensivo que custou o gol de Matheus Savio. Com o resultado em um jogo no qual mostrou falta de pontaria, a equipe de Luiz Felipe Scolari vai a quatro pontos na segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O Alviverde volta a campo neste sábado, às 19h, para medir forças com o Internacional no Allianz Parque. Já o Azulão, que pontuou na competição pela primeira vez, recebe o Santos domingo, às 16h, de novo no Rei Pelé.

Impetuoso, Verdão sai na frente
Incisivo desde o minuto inicial, o Palmeiras não demorou a encontrar as brechas no lado esquerdo do CSA. Após tentativas de jogadas com Victor Luis e Moisés, o Verdão abriu o marcador. Hyoran avançou até a linha de fundo e cruzou na medida. Raphael Veiga, livre na área, deu um sem-pulo fatal. Deu até pena de boa parte de sua torcida não poder assistir.

Controlando até demais...
O Verdão dominava as ações diante de um CSA que depositava suas fichas em investidas de Madson e só trouxe calafrios a Jailson em uma cobrança de falta de Matheus Savio que carimbou a trave. Hyoran encheu o pé e fez Jordi desdobrar-se para salvar. Embora tivesse diminuído seu ritmo, as melhores chances continuaram a ser alviverdes. Moisés cobrou lateral para a área e Gerson quase fez contra, e Deyverson bateu mascado sua chance de ampliar.

Jordi se desdobra
A equipe de Luiz Felipe Scolari fez Jordi trabalhar de sobra na volta do intervalo. O goleiro esticou-se para salvar cabeçada de Deyverson. Em seguida, Hyoran quase fez de bicicleta.

Vacilo dá novo rumo ao jogo
As chances desperdiçadas custaram caro ao Palmeiras. Principal válvula de escape do CSA, Madson cobrou escanteio para a área e, em meio ao vacilo palmeirense, Matheus Savio tentou duas vezes até fulminar a rede. Depois do susto, a equipe de Luiz Felipe Scolari lançou-se de vez à frente e viu duas conclusões de Carlos Eduardo pararem nas mãos de Jordi. Contudo, o Azulão ganhava novo fôlego, a ponto de Madson e Gerson exigirem Jailson.

Haja afobação!
A pressão intensa marcou a reta final palmeirense. Lucas Lima cobrou falta rente à trave e as investidas com Carlos Eduardo e Felipe Pires foram frequentes, mas a equipe se atabalhoava ao concluir. Em escassa chance, Lucas Lima cruzou, mas Deyverson não alcançou diante da área. Restou a frustração de o Verdão, sem pontaria, ver dois pontos escaparem no Rei Pelé.

FICHA TÉCNICA

CSA 1 x 1 PALMEIRAS

Data-Hora:
01-05-19 - 16h
Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN) Nota L!: 7,0 - Conduziu com tranquilidade o jogo.
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Árbitro de vídeo: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Gols: Raphael Veiga, 8, 1º T (0-1) e Matheus Savio, 17, 2ºT (1-1)

CSA: Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castan e Armero; Naldo (Leandro Souza, 37, 2ºT), Bruno Ramires (Dawan, 20, 2ºT), Madson, Maidana (Matheus Sávio, 24, 1º T) e Didira; Cassiano. Técnico: Marcelo Cabo

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Vitor Luis; Thiago Santos, Moisés (Matheus Fernandes, 36, 2ºT), Lucas Lima, Hyoran (Felipe Pires, 32, 2ºT) e Raphael Veiga (Carlos Eduardo, 16, 2ºT) T; Deverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari