Palmeiras x Mirassol

Jogadores do Mirassol comemoram gol contra o Palmeiras (FOTO: Léo Roveroni/Agência Mirassol)

LANCE!
25/04/2021
21:59
São Paulo (SP)

Em partida válida pela oitava rodada do Paulistão 2021, o Palmeiras perdeu para o Mirassol por 2 a 1, no Allianz Parque. Com o resultado, o Verdão se manteve com 12 pontos e está em terceiro lugar no grupo, a cinco do segundo colocado Novorizontino. Já o Leão segue na liderança do grupo C com 14 pontos ganhos e muito perto da classificação.

Os dois times colocavam a bola no chão e marcavam com pressão

Desde o primeiro minuto de jogo, a ideia das duas equipes dentro de campo ficou muito clara. O Palmeiras começou dominando a posse da bola e trocava passes desde Weverton para chegar no ataque com calma e construindo as jogadas aos poucos, porém o Mirassol adiantava os seus jogadores e dificultava a saída de jogo alviverde, deixando o jogo animado e com poucos momentos de lentidão.

As chances foram aparecendo aos poucos, pois apesar dos dois times pressionarem no campo de ataque, o setor defensivo de ambos não encaixava e dava espaços para os atacantes do adversário. Dessa forma, os goleiros foram trabalhando cada vez mais, em especial Alex Muralha, que fez três belas defesas na primeira etapa e evitou que o Palmeiras abrisse o placar. O Mirassol também chegava com perigo, mas os chutes saiam fracos ou iam sem a direção do gol.

Palmeiras começou a criar mais, mas quem abriu o placar foi o Mirassol

A partir da metade do primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu achar uma maneira de sair da pressão do Leão e conseguiu encontrar com mais liberdade os seus homens de frente. Em chute de longe de Giovani, a bola desviou e acertou em cheio o travessão de Muralha, que já vinha se destacando e fez ótima defesa após cabeçada de muito perto e se esticou para intervir o primeiro gol da partida.

O Mirassol queria mostrar reação e em rápido contra-ataque armado pela esquerda, Fabricio Daniel apareceu livre na área para completar cruzamento e estufar as redes de Weverton. Nos 15 minutos antes do intervalo, os dois técnicos mantiveram as táticas e o jogo esfriou um pouco, entretanto a etapa inicial terminou com 22 finalizações e reservavam um agitado segundo tempo pela frente.

Mirassol amplia cedo e complica mudanças de Abel Ferreira

Com as substituições feitas pelo técnico palmeirense para buscar o empate e depois a virada no placar, Abel colocou Gabriel Menino e Gabriel Silva para mandar o time para frente, porém logo aos três minutos do segundo tempo, após lançamento errado de Henri, o Mirassol foi rápido para o campo de ataque e após uma bola longa de Luis Oyama, Henri furou e deixou o campo livre para Diego Gonçalves, que chegou até a área e encobriu Weverton para ampliar o marcador.

Poucos minutos depois, Abel Ferreira mexeu novamente no time e colocou mais um homem de frente na vaga de Henri, porém o rendimento na segunda etapa seguiu abaixo. Aos 14', Neto Moura recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. A partir disso, o Mirassol recuou as linhas e apostou ainda mais nos contra-ataques. O Palmeiras ficava cada vez mais ofensivo, mas não conseguia mais oferecer perigo para Muralha que trabalhou pouco nos 45 minutos finais.

Abel Ferreira colocava ofensividade e tirava organização

Com uma desvantagem de 2 a 0 no placar, Abel só viu a opção de ir para o tudo ou nada e colocou Wesley e Newton para jogar e buscar o empate. O Mirassol deixou de querer ficar com a bola e só se preocupava em defender o seu gol e evitar perder uma vitória valiosa.

Muralha, que já havia feito belas defesas no primeiro tempo, seguiu brilhando na etapa final e defendeu pênalti mal batido por Gabriel Menino. O jogo seguiu com o Palmeiras chegando no ataque e não conseguindo sequer acertar o gol, concretizando a derrota em casa em jogo muito abaixo coletivamente. 

O Palmeiras chegou a marcar no último minuto de jogo com Newton, porem de nada adiantou e o Mirassol ficou com os três pontos, se isolando a equipe na liderança do grupo D e deixando o Palmeiras em situação delicada na classificação do Grupo C.

No próximo jogo, o Palmeiras recebe o Independiente Del Valle, no mesmo Allianz Parque, em jogo válido pela Copa Libertadores, no dia 27 de abril. Já o Mirassol, enfrenta a Ponte Preta, fora de casa, em 29 de abril.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 2 MIRASSOL
Local:
Allianz Parque
Data-Hora: 25/04/2021 – 20h00
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Daniel Luis Marques e Paulo Cesar Modesto
VAR: Adriano de Assis Miranda, Fabricio Porfirio de Moura e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Público/renda: SEM PÚBLICO
Cartões amarelos: Neto Moura (2) e Alex Muralha (MIR)
Cartões vermelhos: Neto Moura (MIR)
Gols: Fabricio Daniel (29'/1ºT) (0-1), Diego Gonçalves (03'/2T) (0-2) e Newton (50'/2ºT) (1-2)

PALMEIRAS: Weverton; Gustavo Garcia, Henri (Marcelinho, 06'/2ºT), Alan Empereur e Matias Viña; Fabinho (Wesley, 19'/2ºT), Pedro Bicalho (Gabriel Menino, 00'/2ºT) e Zé Rafael (Gabriel Silva, 00'/2ºT); Giovani, Lucas Esteves (Newton, 19'/2ºT) e Rafael Elias. Técnico: Abel Ferreira

MIRASSOL: Alex Muralha; Daniel Borges, Reniê, Danilo Boza e Moraes (Rafinha, 43'/2ºT); Luis Oyama, Neto Moura, e Cassio Gabriel Lucas Silva, 32'/2ºT); Fabricio Daniel (Sousa, 17'/2ºT), Diego Gonçalves (Ernandes, 32'2ºT) e Pedro Lucas (Rafael Silva, 43'/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista